Tem gente que não engole Maurício no TC | Fábio Campana

Tem gente que não engole Maurício no TC

Maurício Requião anda assanhado com a idéia de virar conselheiro do Tribunal de Contas, promessa do mano Roberto em seu aniversário. Desistiu de mandato eletivo, dadas as dificuldades para convencer o distinto público de que tem as qualidades que o irmão, só o irmão, enxerga.

O problema é que tem gente que acha essa nomeação um absurdo. Primeiro, porque Maurício seria nomeado para julgar as próprias contas, o que é, no mínimo, obsceno. Além do que, seria a consagração do nepotismo, um dos vícios emblemáticos do governo Requião.

O deputado Douglas Fabrício, do PPS, estuda um projeto de emenda constitucional para barrar a nomeação do caçula. E escritório de jurista nativo de renome e peso prepara ações judiciais para impedir mais essa.


8 comentários

  1. jango
    sábado, 1 de março de 2008 – 9:38 hs

    Se as ditas autoridades de controle público ou a própria sociedade não manifestarem reação ao descalabrado reinante no Estado e na administração estadual o que se pode esperar ainda dos gestores públicos de ocasião ? Ou vivemos numa República mentirosa, onde as leis são acionadas sob o signo da mera conveniência, ou vivemos numa monarquia absoluta institucionalizada devido a conivência das autoridades de controle público inoperantes e da sociedade tomada pela anomia ? Vamos de mal a pior.

  2. Abdias
    sábado, 1 de março de 2008 – 15:54 hs

    Nesse bate-boca Requião-Nicanor, os dois podem ter razão. Nicanor, um pouco mais.

  3. Ernesto
    sábado, 1 de março de 2008 – 17:40 hs

    Não acredito que o requião manche a sua biografia dessa forma. Ele não quer passar para a história como corrupto, adepto do nepotismo desbragado, só para aliviar a vida do irmão Maurício.

  4. Shirley
    domingo, 2 de março de 2008 – 0:08 hs

    Se eu fosse Requião lançaria Mauricio candidato a prefeito de Curitiba…

  5. Ernesto
    domingo, 2 de março de 2008 – 2:42 hs

    O Maurício é aquele que já foi candidato e deu vexame. Não conseguiu chegar ao segundo turno. Você não tem memória, Shirley?

  6. Sergio
    domingo, 2 de março de 2008 – 2:45 hs

    A Shirley é beata e fanática em Maringá, não sabe nada da política em Curitiba. Nem a de Maringá. Aliás, fanatismo nunca melhorou a capacidade de ninguém para raciocinar.

  7. Bispo Maiscedo
    domingo, 2 de março de 2008 – 13:38 hs

    Shirley, volte.
    A sua lavagem cerebral ainda não está completa…
    Continue orando, não esqueça do dízimo e continue vendendo o meu livro.
    E não se meta com com coisas que você não sabe nada…

  8. Shirley
    domingo, 2 de março de 2008 – 22:04 hs

    Quando alguem não chega ao segundo turno na primeira vez que se candidata a determinado cargo político, chega com certeza na segunda vez, se insistir…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*