Pisseti não abre sigilos | Fábio Campana

Pisseti não abre sigilos

A sessão da Comissão de Comunicação da Assembléia para ouvir o secretário de Comunicação, Airton Pisseti, terminou em fuzuê. Os deputados palacianos trataram de blindar o depoimento com seguidos apartes e discussões paralelas.

O líder da oposição, Valdir Rossoni, perguntou ao secretário Pisseti se ele estaria disposto a abrir seus sigilos bancário, fiscal e telefônico. Diante da negativa e dos protestos dos deputados governistas, Rossoni deu por encerrada a sua participação.

Assim, a sabatina de Pisseti demonstrou apenas que ele e o governo não estão dispostos a revelar as informações sobre a participação do secretário na campanha eleitoral do Paraguai e sobre o uso da estrutura do Estado para tanto.


6 comentários

  1. terça-feira, 11 de março de 2008 – 12:32 hs

    Sera que Rossoni concordaria em abrir seus sigilos? Aposto que não…

  2. João Melon
    terça-feira, 11 de março de 2008 – 13:39 hs

    Pelamordedeus, o Rossoni precisa urgente amarrar uma melancia no pescoço prá ver se aparece mais na imprensa. O homem não consegue ficar dez minutos sem ser a estrela principal.
    Como pode alguém votar num deputado destes?

  3. Caco Antibes
    terça-feira, 11 de março de 2008 – 14:05 hs

    Só que isso não muda em nada a culpa nem diminui a responsabilidade do Pisseti.
    Dá para entender?
    Não misture alhos com bugalhos.
    Cala a boca, Magda.

  4. jango
    terça-feira, 11 de março de 2008 – 14:36 hs

    O governo é público ou é privado ? A publicidade dos atos do governo é princípio constitucional e sua negativa configura improbidade administrativa. Cabe às autoridades ditas de controle público enquadrarem logo este Secretário nos termos da lei. Se não quiserem prevaricar ou ficarem coniventes. Honrem as prerrogativas, os régios salários que o povo lhes paga e os calhamaços de leis e normas para defesa das instituições e do interesse público. O povo está cansado de discurso e conversa fiada sem resultado concreto.

  5. João dos Anzóis
    terça-feira, 11 de março de 2008 – 17:16 hs

    Eu estive na audiência e achei uma puta sacanagem os deputados da oposição fugirem do local. Queria ver eles confrontarem com o Pisseti tudo aquilo que dizem que tem. Mas não, preferiram fazer circo…

  6. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 12 de março de 2008 – 12:52 hs

    Se não houvesse nada para ser escondido o Sr. Pisseti abriria os sigilos, principalmente do Cartão corporativo e das linhas telefônicas em nome do Estado do Paraná e paga pelos contribuintes.
    Mais, não acredito que o Sr secretário tenha ido sozinho. Podem pesquisar, funcionários do gabinete foram também.
    Igualmente, causa-me dúvida a afirmação de que algumas vezes o Sr Pisseti teria voltado de ônibus. Será que não foi com um avião do governo?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*