Jogo bruto | Fábio Campana

Jogo bruto

Há no PMDB quem não se conforme com a candidatura do reitor Carlos Moreira à prefeito de Curitiba. E por mais que saiba da vontade expressa de Requião et famiglia insiste em derrubar Moreira em favor de Rafael Greca de Macedo.

O deputado Reinhold Stephanes Júnior não esconde que há um pacto entre ele, Greca, Marcelo Almeida e Rodrigo Rocha Loures para tentar derrotar o reitor na convenção de junho.

Interessante é a atitude do mano Maurício, o caçula da famiglia Requião. Não abre o bico em favor de Moreira porque não quer desagradar os deputados que decidirão sua sorte quando se apresentar para ocupar a vaga do Tribunal de Contas.

Se houver vaga, é claro.


Um comentário

  1. Conversa mole!
    quarta-feira, 12 de março de 2008 – 21:00 hs

    Stephanes, Rocha Loures, Marcelo Almeida, etc. são, literalmente, Beto Richa desde criancinhas, pois os da elite se reconhecem enquanto tal.

    Este discunsinho magro pró Greca é só para justificar o corpo mole no primeiro e posteriormente no segundo turno a ruptura.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*