Sobre a Casa dos Pobres e a guerra nada santa | Fábio Campana

Sobre a Casa dos Pobres e a guerra nada santa

Declaração do presidente da Cohapar, Rafael Greca, a respeito dos comentários no blog sobre a Casa dos Pobres:

“O que está em discussão é a disputa judicial do imóvel da Casa dos Pobres, entre as ruas Piquiri e Brasilio Itiberê. O assunto é tão grave que fez o próprio arcebispo Dom Moacyr Vitti entrar na justiça para pedir a reintegração da área. Isto porque, para escândalo da comunidade curitibana, o administrador da Casa dos Pobres, Rafael Pussoli , pediu à Justiça a posse do imóvel, por usucapião, do Albergue, que funciona há 54 anos em terreno da Igreja.

A Casa dos Pobres fica numa área nobre, acessível aos pobres, perto da Rodoviária e do shopping Estação. O terreno do albergue e da creche vale R$ 1,5 milhão, segundo o próprio Pussoli.

Pergunto: que interesse público existe em tirar esta área da Igreja e transferi-la para mãos privadas? O que querem fazer com o local? O que a Fundação Elisabetha Randon, do Rio Grande do Sul, tem a ver com este albergue curitibano? Também não dá para entender os maus tratos do Pussoli com as irmãs Vicentinas, obrigadas a recorrer ao Ministério Público do Trabalho onde, aliás, Pussoli já foi condenado.

O Albergue São João Batista é a casa dos pobres, não pode ser de particulares.”


3 comentários

  1. paulo
    quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 – 13:49 hs

    É tudo isso que o Sr. Greca comentou. Esses senhores devem vir a público e informar e responder todos esses questionamentos. Se eles acham que com os os parentes lá na administração vão conseguir dar humanidade, espiritualidade e cainho aos usuários da Casa dos Pobres, eles que comprovem.

  2. João Melon
    quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 – 19:53 hs

    Matou a cobra e mostrou o pau o Greca. Não tenho mais dúvida, se o Requião permitir, o ‘gorduchinho’ vai fazer barba, cabelo e bigode na eleição de outubro. Escreve aí, detona o Richa e a Gleisi de uma cajadada só…

  3. Nice
    sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 – 12:40 hs

    O Requião, sempre estaremos com voce, mas de uma chance ao Greca, que ele sera o novo prefeito de Curitiba.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*