Beócios e capadócios | Fábio Campana

Beócios e capadócios

Os deputados da oposição ficaram de maus bofes porque o líder do governo, Luís Cláudio Romanelli, chamou-os de capadócios. A resposta demorou 24 horas, sinal de que os ofendidos foram consultar o dicionário. Descobriram que capadócio é o que nasce na Capadócia, como São Jorge, mas também é termo usado para designar o “sujeito boçal, ignorante, lerdo de inteligência, trapaceiro, sem eira nem beira, arruaceiro.”

Ora, pois, a oposição aproveitou a visita ao dicionário para descobrir expressão para devolver a ofensa. Chamou a turma do governo, liderada por Romanelli, de beócios. Beócios são habitantes de uma região da Grécia, a Beócia. Mas é o outro sentido da expressão que consideram perfeita para designar Romanelli e sua turma. Beócio é também o “sujeito curto de inteligência, ignorante, boçal, indivíduo bronco, demente, simplório”.

Com que, então, a nossa Assembléia é agora constituida de beócios e capadócios, se considerarmos as designações dos próprios deputados. Os beócios defendem Requião. Os capadócios se opõem ao Requião. E o apedeuta-mor governa montado em um de seus 17 cavalos. É beócio mas acumula todas as qualidades de um capadócio.

Assim é a política nesta área do planeta. Como se deve chamar o povo que elege beócios e capadócios?


6 comentários

  1. jango
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 – 10:18 hs

    Fabio: essa é uma pergunta fundamental ! Estamos vendo todo dia a atuação desastrada e desastrosa de beócios e capadócios, e não somos capazes de concluirmos que tipo de pessoas somos – grande parte do povo, não todos – que vota neste tipo de seus representantes. Na falta de uma palavra, talvez eleitócios sejamos o povo que elege beócitos e capadócios, ou seja, formas imaturas de eleitores (por sinonímia a neócitos, formas imaturas de leucócitos). Fica aqui a sugestão léxica.

  2. Marino
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 – 12:04 hs

    De Beócios a Capadócios, todos no ócio.
    Se tiver um pouco de paciência, consulte em http://www.cronicasperversas.com/blog/?p=13
    e verá que muitos serão os sugestivos nomes para os “Cândidos eleitores”, que vão desde Alonsos, Belarminos, Bolônios, Botos, Campônios, Guedes, Inhenhos, Intelijumentos, podendo concluir com Pacóvios e Pancrácios, dentre muitos e muitos outros Puros e Sáfaros.
    Campana, quero crer que se aplica bem o ditado latino “Asinus asinum fricat” e, de modo particular, ao Parlapatão-mor do nosso parlamento, aquele dito por Apeles: “Suter ne ultra crepidam”.
    Força, e em frente.
    PS. Será que os órfãos de mãe, agora também o estão de pai?

  3. E o Beócio Romanelli
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 – 13:31 hs

    Segundo o colunista EDUARDO SCHENEIDER o Romanelli cometeu uma gafe ao recitar uma poesia e citar o Maiakóvski como autor:

    “O deputado Luiz Cláudio Romanelli anda inspirado. Dias atrás encerrou um discurso citando o que seria um poema do russo Vladmir Maiakóvski.
    É aquele, manjado, “Na primeira noite, eles se aproximam/ e colhem uma flor de nosso jardim. / E não dizemos nada. / Na segunda noite, já não se escondem, / pisam as flores, matam nosso cão. / E não dizemos nada. /Até que um dia, o mais frágil deles, entra/ sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua, /e, conhecendo nosso medo, / arranca-nos a voz da garganta. / E porque não dissemos nada, / já não podemos dizer nada”.
    Existe um problema aí. Essa poesia não é de Maiakóvski. Ela se chama “No caminho com Maiakóvski” e é de autoria de um brasileiro, Eduardo Alves da Costa.”….

  4. shirley
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 – 17:59 hs

    Em Brasilia tudo termina em pizza.
    No Paraná tudo termina em xingamentos, e novos vocábulos…

  5. sábado, 23 de fevereiro de 2008 – 15:09 hs

    Fábio Campana : ultimamente tenho te criticado mas agora tenho que dar a mão a palmatória. Esse texto é antológico e me faz lembrar os velhos tempos do Campana com 3 is:INTELIGENTE,IRREVERENTE E IMPARCIAL Parabéns.

  6. Edson silva
    domingo, 24 de fevereiro de 2008 – 10:20 hs

    BEÓCIOS E CAPADÓCIOS, descreve perfeitamente o perfil dos nossos nobres deputados.

    E os Burrócios, vão continuar votando nessa gente ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*