Que tal um mea culpa? | Fábio Campana

Que tal um mea culpa?

O ano mal começou e a tigrada do governo bem que poderia ensaiar um saudável mea culpa. Falar dos erros, desvios e equívocos cometidos em 2007.

Requião talvez pudesse, ao menos, admitir uma dúvida sobre a eficiência de alguma área da administração. Ou justificar o descumprimento das promessas da campanha eleitoral e da propaganda oficial.

Os paranaenses querem saber, por exemplo, o que impediu o governo de entregar ao menos um dos 24 hospitais prometidos na campanha eleitoral. Lembram? Requião jurou que estariam funcionando em menos de um ano.

Não se exigiria de Requião que entrasse nos temas mais desagradáveis, malcheirosos, da corrupção. Bastaria ele dizer que os casos estão sob investigação como dizem todos os governantes.

Mas ele poderia explicar porque não gastou em educação os 30% do orçamento que jurou que gastaria. E poderia contar a verdadeira história da falta de remédios para doenças especiais.

Há tanta coisa obscura que Requião nem precisaria tratar do nepotismo, assunto que provoca faniquitos na família.

Qual o que. Requião e sua tigrada têm mais certezas que o Concílio de Trento. Diz ele que 2007 foi excelente. Talvez se refira ao balanço dos vendedores de televisores alaranjados para o Estado. Ou queira confundir os resultados do esforço privado como se fossem seus ou de seu governo.

Não, Requião nunca admitiria um equívoco. Ele confia na ingenuidade dos paranaenses. Assim, temos de nos preparar para 2008. Requião vai administrar um orçamento de R$ 19,9 bilhões sem dar satisfações e gritando ofensas para quem disser que a teve alaranjada de seu irmão Maurício é mais cara que a vendida no mercado. Por mais que se prove que é mais cara, sim senhor.


4 comentários

  1. ARLINDO RODRIGUES
    sábado, 5 de janeiro de 2008 – 16:13 hs

    O ÚNICO QUE TEM FAZER O ‘MEACULPA’ É O REQUIÃO, MAS ESSE AS CONDIÇÕES
    MENTAIS NÃO PERMITEM. FOI ELE QUE
    REUNIU UMA QUADRILHA PARA SAQUEAR
    O PARANÁ. A CASA CIVIL É UM ANTRO DE
    CORRUPÇÃO, O EXPEDIENTE É UTILIZADO
    EM TEMPO INTEGRAL E MAIS HORAS EXTRA PARA A FORMULAÇÃO DE GOLPES.

  2. Dorisvaldo Reis
    domingo, 6 de janeiro de 2008 – 10:26 hs

    Campana vc acreditou na informação do Prefeito Silvo Barros sobre os preços da Ciclovia? Se a resposta for sim vc acredita em Papai Noel, Saci Pererê ,

  3. Ralph
    domingo, 6 de janeiro de 2008 – 19:36 hs

    Dos 3.738 Cargos de Comissão do Estado, por ordem decrescente estão o FUNSAÚDE (605 cargos) seguido pela Casa Civil (525 cargos), mais que o dobro dos cargos da Educação (251 cargos). Daí a medida da prioridade do governo. Com tanta gente (gente???) na CC é quase impossível errar.

  4. Tércio
    segunda-feira, 7 de janeiro de 2008 – 0:11 hs

    Por que o Paraná nãocorre atrás de receber estes investimentos? Uma vez que a ZF de capital chinês está procurando um outro Estado vizinho a São Paulo para investir?
    Leia a notícia Fábio Campana:

    ZF e Neway Valve também devem investir na região

    Além da volta da Case, outras boas notícias a respeito de empregos no ramo metalúrgico que saíram nos jornais nos últimos dias foram os anúncios de investimentos pela ZF, em Sorocaba; e pela Neway Valve, em Votorantim.
    A ZF vai planeja investir R$ 450 milhões no Brasil até 2012, para implantar novos programas e novas tecnologias e adquirir máquinas.
    Segundo reportagem do jornal Cruzeiro do Sul, Sorocaba é forte candidata a receber esses investimentos, principalmente devido à localização e facilidades de logística.
    Por outro lado, a ZF também planeja construir uma nova fábrica no Brasil. Mas o estado de São Paulo já está praticamente descartado para receber a nova unidade da autopeça. O Grupo ZF anunciou que procura local em um “estado vizinho”.
    Já a Neway, empresa de capital chinês que produz válvulas para as áreas de óleo, gás e energia, anuniou investimento de US$ 2 milhões na instalação de uma fábrica no condomínio industrial de Votorantim.
    De início, a fábrica deverá gerar 30 empregos diretos.
    A Petrobras é um dos clientes da Neway Valve.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*