Ópera bufa | Fábio Campana

Ópera bufa

O Paraná assiste a uma ópera-bufa com cenários cambiantes, neles incluídos os palácios, a sede do PMDB, a granja do Canguiri e a ilha das Cobras, que muitos acreditam que passou a ter esse nome desde que Requião se tornou hóspede habitual.

Na peça, o herói ao contrário é o reitor Carlos Moreira, candidato a prefeito e vítima de seu próprio patrocinador, o governador Requião, que ao adotá-lo reduziu as suas chances de vitória a zero.

Requião sabe que está mal nas pesquisas e que em Curitiba tem dificuldades para eleger até mesmo um vereador. Por que lançou Carlos Moreira para enfrentar Beto Richa?

Ora, pois, Requião perdeu o prestígio e a popularidade mas não perdeu a vaidade. Nem as ilusões. Não poderia ficar sem candidato e simplesmente entregar o que resta em votos do PMDB para outra sigla.

Diga-se que o candidato inicialmente escolhido era Renato Adur, que chegou a ser convidado para a tarefa por Maurício Requião. Mas Adur não fazia o gosto de setores da esquerda funcionária e menos ainda da dupla Pires & Pisseti, que bombardeou Adur da maneira mais torpe para tirá-lo do jogo. Conseguiu.

Agora, diante de mais um desastre, a dupla sai à procura de novo candidato e aceita até mesmo o nome de Rafael Greca de Macedo, se este ainda se dispuser a disputar a prefeitura depois da pesquisa adversa. Sem contar as tentativas da rapaziada, Pires na mão, pedindo um encosto na campanha de Gleisi Hoffmann, do PT.

Como se vê, Requião e o seu PMDB estão próximos de novo vexame eleitoral e da decadência, para a qual não há remédio onde sobra prepotência e ignorância.

Quanto a candidatura de Carlos Moreira é o clamoroso emblema da desorientação do PMDB paranaense e do desgaste de seu governo.

O bicho

Ser líder do governo Requião na Assembléia não é tarefa fácil. O deputado Luís Cláudio Romanelli diz que 2007 foi ano conturbado e que em 2008 o bicho vai pegar por conta da radicalização natural de posições em ano eleitoral. Tudo sob o olhar da TV Assembléia, que vai expor os deputados o tempo todo.

Aposta

Romanelli aposta na mídia mais submissa depois da aprovação da verba de R$ 38 milhões para propaganda que se somam a outros R$ 40 milhões das estatais.

Descontentes

A maior dificuldade de Romanelli na condução da tropa governista na Assembléia será conter os descontentes. Há muito deputado da base de apoio a um passo de mudar de lado. Pela simples razão de nada ganhar e muito perder no papel de escudeiro de Requião.

Esperança

Romanelli não perde as esperanças nas eleições para prefeito no ano que vem. Lembra que Requião, quando candidato a reeleição tinha os mesmos índices de popularidade do Beto Richa e quase perdeu a eleição no segundo turno.


Um comentário

  1. quarta-feira, 16 de julho de 2008 – 9:57 hs

    Gentil Cardosoda Rádio RBN Comunitária do Sítio Cercado Solicita.

    Fábio voce divulgou o salário dos deputados. Pesso para divulgar o salário dos vereadores de Curitiba.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*