Capachos? | Fábio Campana

Capachos?

Fuad Faraj registrou sua candidatura a Procurador-Geral da Justiça. Desde então, pede legitimidade da eleição. Fuad lembrou aos deputados estaduais que eles não são “capachos” e têm independência para recusar a escolha de Requião e fazer valer os princípios da Assembléia que respeita o resultado das urnas e fica com o mais votado.

Ele também afirmou que se não for o mais votado, não aceitará o cargo e pede aos outros candidatos que façam ao mesmo. “Do contrário, baterei de porta em porta, peregrinarei pelos gabinetes dos Representantes do Povo e suplicarei que seja desaprovado o nome”, disse Faraj.


5 comentários

  1. João dos Anzóis
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 – 19:04 hs

    Esse promotor sabe ser estrela, adora um holofote a base de sensacionalismo. Esperamos que pelo bem do povo do Paraná o mesmo não consiga se eleger.

  2. quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 – 19:30 hs

    Os deputados da região de Ponta Grossa, até o Plauto que poderia ser um aliado dele em potencial, estão “cabreiros” com o estilo “ao sucesso” do rapaz.

    Até para luz de vaga-lume piscando ele vira e faz pose de candidato a qualquer coisa!

  3. NEURÓ TIKO
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 – 20:20 hs

    A POSIÇÃO DO PROMOTOR SEMPRE FOI EM DEFESA DO POVO DE PONTA GROSSA .
    ELE JAMAIS APARECERÁ NUNCA NOS RX’s DO RKIÃO .
    PORTANTO SEU JOÃO E SEU TÓNHO SE ELEITO SERÁ PARA O BEM DO POVO DO PARANÁ .
    SE ESTÁ TENDO SUCESSO, QUE VÁ EM FRENTE E CONQUISTE A GLÓRIA !

  4. ribeiro
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 – 21:01 hs

    O Roberto é contra?
    Então, eu sou a favor!

  5. clarindo dias
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008 – 13:25 hs

    para o Ribeiro:
    que intimidade heinnnn!!!!!
    são pouquíssimas pessoas que chamam El Supremo de Roberto…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*