Positivo e operante | Fábio Campana

Positivo e operante

No dia 14 de novembro o Tribunal de Contas da União julgou e considerou que não há responsabilidade do secretário Luís Fernando Delazari nem do coronel David Pancotti na compra de rádios transmissores para a Polícia.

O TCU atesta que os rádios comprados estão em perfeito estado, em funcionamento e que não houve direcionamento no processo licitatório. Conclui que o preço foi razoável.

Um especialista da área explica que o que houve foi a quebra de antigo monopólio da Motorola, empresa que fornecia com exclusividade esse tipo de equipamento para a polícia do paraná. Na época, a quebra do monopólio feriu interesses e suscptibilidades do Alto Comando da PM e da representação da empresa fornecedora.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*