Pequena vendeta | Fábio Campana

Pequena vendeta

Requião teve novo chilique quando soube que o desembargador Luiz Mateus Lima concedeu liminar para suspender o decreto que determinava férias coletivas do funcionalismo público entre os dias 24 de dezembro a 4 de janeiro.

Bronqueado, Requião não teve dúvida. Armou a pequena vendeta. Em retaliação determinou que o expediente dos dias 24 e 31 de dezembro, vésperas de Natal e Ano Novo, será normal e exigiu controle rigoroso do ponto dos funcionários pela manhã, 8:30 horas, e principalmente à tarde, 18 horas.


8 comentários

  1. roberto
    sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 – 11:11 hs

    Sou funcionario publico à mais de 30 anos,
    nunca foi prache decretação de férias coletiva
    com desconto das férias do servidor.O que era
    prache antes deste 2003,era à emissão de
    resolução da Casa Civil determinando ponto
    facultativo nos dias 24/12 e 31/12.As férias do
    servidor são regulamentadas por lei constitucional,30dias corridos e obrigado à goza-las.

  2. João dos Anzóis
    sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 – 11:17 hs

    Isso mesmo, servidor tem que tirar 30 dias de férias como todos os outros. Esta história de querer tirar 42 é demais para a cabeça de qualquer um.
    Ponto para o governador Requião, com certeza.

  3. Frederico
    sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 – 13:51 hs

    Parabéns ao Excelentíssimo Roberto “Baiacu” Requião pelo grande movimento de atestados médicos que irá provocar.
    Mais um pouco da velha ignorância requiana…

  4. Durval
    sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 – 15:43 hs

    E se o servidor quiser tirar suas férias? Será proibido de exercer seu direito?

  5. Maristela
    sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 – 18:40 hs

    O Baiacu não bate o ponto faz é tempo

  6. Romualdo
    sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 – 19:00 hs

    Prato de reveillon, para marcar o ano: Baiacú ao molho de Mamona.

  7. Folga pra patuléia
    sábado, 22 de dezembro de 2007 – 9:17 hs

    Onde estará o Requipotrão nesses dias?

    Trabalhando?

    Em prol do Paraná faz muito tempo que ele não trabalha.

    É melhor ir pra Floripa e ficar por lá!

  8. roberto silva
    domingo, 23 de dezembro de 2007 – 20:58 hs

    quero ver se nos dias das semanas que antecedem o natal (25) e a virada do ano (31), todos aqueles frequentadores da denominada Escola de Governo, a famosa “escolinha” (aliás, de péssimos exemplos de comportamento cívico) estarão a postos nos locais de trabalho onde exercem seus Cargos Cmissionados (CC´s).

    A propósito sobre bom trabalho (?), temos visto na TV Educativa (que o povão já denomina de ” TV Requião “), muita propaganda sobre a ação da SANEPAR nas praias com ligações de esgoto, visando coibir/reduzir a poluição das praias e mar.

    No entanto, longe da ficção que a progaganda oficial mostra, em Matinhos (Balneário Flamingo) a 500 metros do mar/praia, nem rede coletora de águas pluviais existe, quem dirá rede coletora de esgoto residencial.

    Assim, fica mais uma vez comprovado, que neste governo há muito conversa, muito destempero verborrágico e pouca ação (a mercê de algumas poucas e boas ações).

    Seria mais um governo Orweliano (1984 – George Orwel) ?, do grande IRMÃO ?

    Com a palavra os PALERmentares paranaenses, tanto os estaduais como os federais (os aliados e os nem tanto opositores) !
    !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*