Por que tanto ódio? | Fábio Campana

Por que tanto ódio?

Não é a primeira vez que Requião permite o vazamento de informações que atingem o seu vice, Orlando Pessuti. O escândalo do Ceasa surgiu dentro do gabinete do governador e criou imenso constrangimento ao vice. Houve, inclusive, tentativa de associar o filho de Pessuti às denúncias. Agora, a assessoria direta do governador deixa escapar essa compra de químicos para a imprensa oficial que daria para os gastos da autarquia nos próximos séculos. A fornecedora é a Quimigraf, o proprietário é Nelson Pessutti, irmão do vice. Cabe a pergunta: se o assunto tivesse a ver com um dos irmãos de Requião a informação vazaria da mesma forma e pelo mesmo porta voz?


4 comentários

  1. Poltrão Corrupto
    sexta-feira, 16 de novembro de 2007 – 12:41 hs

    Até quando esperar?

  2. A Volta da Idiota
    sexta-feira, 16 de novembro de 2007 – 13:25 hs

    Ao longo de todo o século XX, os líderes populistas da América Latina levantaram bandeiras marxistas, praguejaram contra o imperialismo e prometeram tirar seus povos da pobreza. Sem exceção, todas essas políticas e ideologias fracassaram, o que levou ao recua dos homens fortes e das ilusórias utópicas da esquerda.

    O Sr. Poltrão é apenas mais um…

    Pena de ti, Paraná!

  3. jango
    sexta-feira, 16 de novembro de 2007 – 13:25 hs

    Até quando as chamadas autoridades de controle público, cheias de prerrogativas, régios salários e calhamaços de códigos e leis vão esperar para por cobro a estes descalabros que avultam das entranhas do governo ? Basta um promotor, uma máquina de escrever e a lei de improbidade administrativa do lado e começa a faxina, gente !

  4. Fernando
    segunda-feira, 19 de novembro de 2007 – 13:11 hs

    Quem vazou não foi o Benedito, aquele que foi barrado na macarronada?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*