Gorou | Fábio Campana

Gorou

O congresso da UGT realizado no sábado não elegeu o comando no Estado. Os mais de 300 sindicalistas sairam frustrados. Gastaram para vir a Curitiba e nada. A cúpula nacional da entidade não referendou a eleição de Paulo Rossi como presidente. Rossi é ligado ao prefeito Beto Richa. Os sindicalistas ligados ao governador Requião comemoraram.


2 comentários

  1. Paulo Rossi
    segunda-feira, 26 de novembro de 2007 – 23:30 hs

    Prezado Fábio e Leitores,
    Agradeço a atenção que a UGT – União Geral dos Trabalhadores está tendo na mídia. Porém, quero ressaltar que a UGT não será instrumento de disputa entre partidos e governantes. A eleição ficou marcada para janeiro/2008, após acordo com o grupo que não participou do congresso. Nosso intuito é trabalhar para o consenso, e que a UGT seja a maior central sindical do estado. Esclareço ainda que a UGT é pluralista em todos os níveis, tanto que temos dirigentes filiados à vários partidos políticos, desde o Democratas até o PCB. Espero ainda que a UGT através de seus dirigentes possam ajudar o Estado e os municípios no combate ao desemprego e na melhoria de condições de vida dos seus representados. Obrigado!

  2. Beleza Pura
    quarta-feira, 28 de novembro de 2007 – 9:46 hs

    O próximo Congresso da UGT será em Londrina no dia 19 de janeiro e o pessoal que reclamou a DERROTA ANUNCIADA poderá estar presente e integrar a chapa de Unidade.
    É de perguntar: por que não ficaram na reunião que lotou o auditório. Medo de perderem a cabeça da chapa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*