Sem acordo | Fábio Campana

Sem acordo

Requião declarou ontem que não há hipótese de acordo entre seu governo e o Banco Itaú para pôr fim a pendenga dos títulos podres de Osasco, Guarulhos e Sergipe que o Itaú recebeu quando comprou o Banestado.


Um comentário

  1. Cossadinha
    quarta-feira, 31 de outubro de 2007 – 9:18 hs

    Mais uma bravata…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*