PSTU e PSOL são conta o Reuni | Fábio Campana

PSTU e PSOL são conta o Reuni

Carlos Moreira, reitor da UFPR, não consegue entender a posição dos estudantes que ocuparam a reitoria e não contra o Reuni – programa federal que incentiva a ampliação de números de vagas nas universidades federais. “Estamos propondo para o próximo ano a abertura de seis mil novas vagas. Quando faz o vestibular na universidade entram quatro mil, mas 40 mil ficam de fora”, argumenta Moreira.
 
As universidades federais identificaram o PSTU e o PSOL como articuladores dos estudantes que ocupam as reitorias das universidades e se colocam contra o Reuni. “As universidades têm uma responsabilidade com os estudantes que estão nas escolas públicas e que precisam entrar na universidade pública porque não lhe restam qualquer outra alternativa. Eles têm que trabalhar durante o dia e estudar a noite”, defende Carlos Moreira, reitor da UFPR.
 
Cursos noturnos 

As seis mil novas vagas que a UFPR pretende abrir como Reuni – os estudantes são contra e ocuparam a reitoria em protesto – serão vagas noturnas em cursos na área da saúde, sociais aplicadas, educação, ciências agrárias e assim por diante. “É uma luta e já estamos acostumados. Para ocupar as vagas ociosas através do Provar, cinco dias de invasão. Para fazer as cotas para estudantes negros e estudantes de escola pública, 75 processos”, disse o reitor da UFPR, Carlos Moreira.


2 comentários

  1. João dos Anzóis
    segunda-feira, 29 de outubro de 2007 – 14:19 hs

    É uma vergonha o que estes ‘estudantes’ estão fazendo. É a primeira vez que vejo um bando de mané ocupando um prédio público para impedir a criação de novas vagas na instituição.
    Aposto que são todos filhos de magnatas, por isso acham que a UFPR é privada e eles fazem o cocô deles onde querem…

  2. Homem de Portugal
    terça-feira, 30 de outubro de 2007 – 7:27 hs

    CONTRA!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*