Não vivemos na lua | Fábio Campana

Não vivemos na lua

Está no Congresso em Foco a entrevista do senador Sérgio Guerra, coordenador da campanha de Geraldo Alckmin, cotado para a presidência nacional do PSDB. Guerra defende um PSDB mais à esquerda, próximo das bases sociais.

 “Meu partido não é um partido de alienados. Nós não vivemos na lua. Vivemos no Brasil. (…) Lula usou instrumentos que nós não soubemos confrontar. Movimentação na base social, do povo, e de instituições que receberam dinheiro público. As ONGs da vida e muitas instituições, que ao invés de cumprirem o papel para o qual foram destinadas, transformaram-se em comitês eleitorais do presidente Lula. Além disso, fizeram a chantagem do Bolsa Família, dizendo que a gente ia acabar com ela”, diz.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*