Crônica do caos anunciado | Fábio Campana

Crônica do caos anunciado

Daqui a alguns minutos, o deputado Élio Rusch, do DEM, deve pedir a palavra no plenário da Assembléia. Quer questionar afirmação do secretário da segurança pública, Luiz Fernando Delazari. Um jornal de Curitiba estampou em coluna política uma frase de Delazari: “Nós não vamos admitir no Paraná a ação de um bando que promove a violência”, disse Delazari, referindo-se aos seguranças da fazenda Syngenta. Élio Rusch acredita que “bando” não pode ser qualificação aplicada necessariamente aos seguranças e sim aos sem-terra. “Temo pelo futuro daquela região. Moradores do Oeste me telefonam o tempo todo e estão apavorados. Há uma onda de invasão cozinhando em ‘fogo crescente'”, discursa Rusch.


Um comentário

  1. Namorada do jango
    terça-feira, 23 de outubro de 2007 – 14:12 hs

    Ei, aqui, como lá em casa, quem manda sou eu: esse parlamentar não tá com nada. Vai jango, fala o contrário pra nossa guerra conjugal ganhar espessura, vai lá:

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*