Alcagüetagem e outras | Fábio Campana

Alcagüetagem e outras

Hoje pela manhã, na Assembléia Legislativa, estava na ordem do dia para votação em primeira discussão projeto de lei que  proíbe o Executivo, o Legislativo e o Judiciário de abrir procedimento administrativo baseado em denúncias anônimas. O projeto é encabeçado por Ademar Traiano, foi assinado por 45 dos 54 deputados e recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembléia Legislativa (AL). Além de exigir a identificação do denunciante, a proposta prevê o  arquivamento de todos os procedimentos administrativos já existentes. Traiano não estava na Assembléia. Houve gritaria, bate-boca. Tadeu Veneri apresentou requerimento pedindo a retirada da matéria da pauta, mas não foi aprovado. Na votação Veneri pediu verificação de quórum e constatou-se que não havia quórum para prosseguimento da sessão. A matéria volta à ordem do dia na próxima semana.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*