O dia do Requião | Fábio Campana

O dia do Requião

Ora, quem nunca leu versinhos do poeta Batista do Pilar, como ensaiou ontem Requião, durante a escolinha? Alguns caem bem no homem: “De que vale a fama sem grana / É o mesmo que olhar o pasto / E não poder comer a grama”. 


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*