Muito estranho | Fábio Campana

Muito estranho

Élio Rusch, do DEM, estranhou o interesse do governo do Paraná em entrar em licitação para administrar rodovias e cobrar pedágio. “Nem sei se isso é legal”, dispara. Rusch sugere que Requião converse com o amigo Lula, e passe então a administrar todas as rodovias federais que cortam o Estado. “Da onde veio esse interesse em cobrar pedágio?”, pergunta Rusch. 


Um comentário

  1. jango
    sábado, 15 de setembro de 2007 – 15:15 hs

    Este “interesse” não é somente estranho ou ilegal mas totalmente ilegítimo. Que tem a ver a COPEL com administração de estradas e cobrança de pedágio ? Não bastam as 300 ações judiciais perdidas pelo “Estado” contra o pedágio e seu monstruoso passivo a ser arcado pelo erário – dinheiro da população paranaense ? Esta intentona bolivariana, caso venha a concretizar-se, será temerária e lesiva ao erário e à administração pública estadual, devendo ser questionada de pronto pelos meios legais, se necessário, antes que legue outro passivo monstruoso ao povo paranaense.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*