Enquanto isso… | Fábio Campana

Enquanto isso…

Aos curiosos de plantão, que não possuam próximo a si um televisor, o recado: a escolinha já deu o que podia. Agora, fala a Secretaria de Turismo. Depois o Porto de Paranaguá. Poucos minutos atrás houve assinatura de atos do Executivo para incrementar o fabrico de vinhos e a criação de aves.

Antes, contudo, o pau comeu solto.

O diretor-jurídico da Paraná Previdência, Francisco Alpendre, jogou mais lenha na fogueira em que arde o Ministério Público, acusado de bruxaria com a folha de pagamento pelo inquisidor Requião. Hoje, se não faltar tutano, será novo dia de manifestaçãoes públicas do MP e da Associação dos Promotores Públicos do Paraná.

Deu tempo ainda para Requião cumprir as suas obrigações com a população dos Campos Gerais, ao anunciar novos leitos de UTI para o município de Ponta Grossa, como solicitam faz alguns meses os deputados da Assembléia Legislativa. De brinde, o homem prometeu acabar obras prometidas no primeiro mandato. E atacou o promotor de Justiça da Saúde, Meio Ambiente, Saúde do Trabalhador e Defesa do Consumidor, Fuad Faraj.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*