Dor de cotovelo | Fábio Campana

Dor de cotovelo

Saiu na capa da edição de ontem do Diário de Comércio e Indústria de São Paulo o resultado de pesquisa nacional do Instituto Brasmarket sobre a administração das capitais brasileiras.

Das 16 mil entrevistas resultou que o melhor prefeito é Beto Richa, de Curitiba. O DCI, mais o portal IG e a Brasmarket vão divulgar os resultados completos e premiar os destaques no Teatro Nacional de Brasília na próxima terça-feira.

Imaginem a dor de cotovelo do Salieri do Canguiri. Beto Richa passa pelo melhor momento de sua gestão, enquanto o Duce Requião amarga índices descendentes de prestígio e popularidade.

Como se vê, esse espetáculo contínuo de tapas e bordoadas também cansa. É certo que o povo se diverte com a loucura dos loucos e adora um bate-boca do tipo que Requião gosta de protagonizar. Mas toda repetição satura.

A grande preocupação dos marqueteiros do PT passou a ser a seguinte: como vencer Beto Richa tendo como aliado o líder da rejeição na capital?

É por essa razão que nove de cada dez membros do PT têm urticária quando ouve falar em alianças com o PMDB de Requião. E mais temerosos ficam quando ouvem dizer que Nhônho, o caçulão da turma, deve repetir a dose como coordenador de campanha da Gleisi Hoffman, mesmo depois do desastre na campanha de Ângelo Vanhoni.

Os marqueteiros de Requião também insistem em empurrar para o PT os seus publicitários, que andam sem verba e sem ocupação desde que o Duce decidiu cortar os gastos em propaganda para retaliar a mídia que não o elogiou durante a campanha eleitoral. Está difícil. Ninguém quer a propaganda de Requião para a Hoffmann, embora isso deixe muito irritadas as almas parvas que assessoram o homem.


2 comentários

  1. José Antônio Rezzardi
    quinta-feira, 6 de setembro de 2007 – 11:23 hs

    Êta guri bom, tchê! Saiu igualzito ao pai (de saudosa memória). José Richa deixou saudades. Dos governadores deste pujante Estado por natureza, para mim, foi o melhor. E não escondo de ninguém o desejo que tenho de ver (se Deus permitir mais um breve tempo de vida a este humilde escrevinhador interiorano)o Beto lá no Palácio Iguaçu, na cadeira que já pertenceu ao seu pai, administrando com competência e honestidade o nosso rico Paraná. Algo me diz que não vou precisar de muito tempo para ver concretizado este meu vaticínio. Avante, Beto! Continue trabalhando na paz, não se envolva em encrenca, ignore as provocações e… chegarás lá, com certeza. Um abraço deste admirador que nunca (ainda) votou em você. Mas…

  2. Garganta
    quinta-feira, 6 de setembro de 2007 – 14:32 hs

    Bem, ler um texto como o do comentário acima é melhor do que ser cego, mas…
    O José Richa carregou o Requião nos ombros em 1985, quando o atual governador disputava a prefeitura.
    Será que ele era tão bonzinho assim?
    Qualé José! Acorda!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*