Bolivariano em Apucarana | Fábio Campana

Bolivariano em Apucarana

O que o sol forte não é capaz de fazer? Hoje pela manhã, em Apucarana, o Duce teve mais um rompante de Bolivar. Reclamou que a mídia convencional não divulgou muito a comemoração cívica da Independência. Requião, o bolivariano do Cangüiri, lembrou novamente a sua missão neste mundo:  “O nosso governo é nacionalista. Governamos para o povo, para a maioria, de acordo com os preceitos da Carta de Puebla, que estabelece opção preferencial pelos mais pobres”, declarou o Duce que viaja quase todos os dias. O governador que gosta de cavalgar estava com a verve de um Fidel e seguiu divagando: “Ser patriota é viver com amor, solidariedade e aplicar todos os esforços na promoção da nossa sociedade, com equilíbrio entre as forças de categorias sociais. Ser patriota é ser povo e ser povo, hoje, é ser governo no Estado do Paraná”. É, é isso aí. “Firmeza, mano”, comentavam uns jornalistas que presenciaram o pronunciamento.  


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*