Segue o baile | Fábio Campana

Segue o baile

Sai Ezequias Moreira, entra José Carlos Campos Hidalgo. O prefeito Beto Richa livra-se de uma incômoda situação instalada em sua ante-sala. E segue o baile, que promete outras do tipo até as eleições do ano que vem.

Na verdade, há dias os conselheiros políticos do prefeito insistiam no afastamento de Moreira, acusado de beneficiar-se da contratação de sua sogra, Verônica Durau, em gabinete da Assembléia Legislativa.

Foi a decisão mais conveniente para afastar o fogo da denúncia e das acusações. Assim, Beto Richa deixa de cozinhar o imbróglio em fogo lento, como é costume do outro lado da praça, no governo adversário de Requião.

A investigação vai continuar e a bola agora está com a direção da Assembléia e de uma comissão montada para averiguar os acontecidos e o envolvimento direto do nome do prefeito Beto Richa, que sem mais nem porque passou a encabeçar o hollerit da funcionária sogra de Ezequias.

Richa foi extremamente cuidadoso. Resistiu até o momento em que o próprio Ezequias Moreira concluiu que o melhor caminho seria o seu afastamento.

José Carlos Campos Hidalgo vai responder pela chefia de gabinete. É homem experiente que conhece tudo e a todos. Tem 63 anos e percorreu a política desde a presidência da UPES, nos anos sessenta, até a presidência do Banestado na gestão de José Richa. Vinha assessorando o prefeito lotado na secretaria de Governo ao lado do deputado Rui Hara.

O prefeito Beto Richa sabe que a exoneração de Ezequias não saciará os adversários. Nem reduzirá o ímpeto da oposição que antecipou o processo eleitoral. Depois do affair Ezequias demonstra que se prepara para a pancadaria. Preparem o estômago, isto é apenas o começo.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*