Pecado do orgulho | Fábio Campana

Pecado do orgulho

Requião comete o pecado do orgulho quando procura fazer crer aos políticos de fora que é o campeão de votos em Curitiba.

Disse isso ao ministro de Lula, Franklin Martins, que não embarcou na bravata. Martins se informou e descobriu que a grife Requião tem tido derrotas acachapantes na capital e nas principais cidades do Paraná.

A última foi no ano passado, quando Roberto Requião perdeu na capital para um candidato ao governo de Maringá, o senador Osmar Dias. Aliás, se Osmar Dias tivesse votação melhor em sua terra teria ganho com folga.

A grande vitória de Requião em Curitiba foi em 1985, quando não havia segundo turno e ele venceu Jaime Lerner por pequena margem e levou a prefeitura, deslanchando a carreira.

Depois disso, a grife Requião teve participações desastrosas nas eleições municipais. As mais vergonhosas foram as de 2000, quando lançou os dois irmãos a prefeito. Maurício Requião, o caçulão, era o preferido e teve o apoio de Requião. Fez apenas 10% dos votos. Pior ainda foi o desempenho de Eduardo Requião, que fez apenas 1,13%, ou nove mil votos.

A verdade é que Requião não ganha uma eleição municipal em Curitiba desde 1985. Perdeu todas. Hoje, no PT, a absoluta maioria debita a Requião as derrotas de Ângelo Vanhoni. Assim como sabe que Requião só se reelegeu porque Lula o apoiou.

Ou seja, o Duce tem platéia assegurada nos grotões, nos fundões, e aqui conserva a claque que lhe é fiel. Afinal, em toda a sociedade existe aquela porcentagem de pessoas que gostam do estilo do governador e se diverte com as suas imprecações.

Há, também, o séqüito de áulicos e créus que se amarram com fanatismo na figura do líder. Fanático, aqui, segundo a definição de Churchill, que considerava fanático o sujeito que não consegue mudar de idéia e não pode mudar de assunto.


2 comentários

  1. jango
    domingo, 26 de agosto de 2007 – 15:25 hs

    Será que o Duce se orgulha também do Ferreirinha ?

  2. Garganta
    segunda-feira, 27 de agosto de 2007 – 14:51 hs

    Jango,
    Você sabe quem fez o Ferreirinha?
    Dica: Está mais perto do que você imagina.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*