Paralisação | Fábio Campana

Paralisação

Cruzaram os braços hoje os professores de três universidades estaduais: UEM, Unicentro e Unioeste. A paralisação faz parte da campanha salarial da categoria, que reivindica aumentos entre 22% e 49%. O governo Requião diz que assim não dá, assim não pode.


2 comentários

  1. Airton Trisseti
    terça-feira, 21 de agosto de 2007 – 17:02 hs

    Engraçado, muito engraçado. Na escolinha deste dia 21, o Requião xingou o MP na escolinha. Disse, mais de uma vez, que é uma vergonha os professores univesitários, doutores, ganharem menos que o time do MP. E, agora, hein Requião? Por que não dar aumento para os professores da universidades estaduais? Tá vendo, eu entendo de comunicação. Desmonto o discurso de qualquer um, até mesmo do Bóbi Réqui. Êpa.

  2. Carlos Barreiro Neto
    terça-feira, 21 de agosto de 2007 – 17:15 hs

    Os professores que cruzam os braços dizendo que assim não dá, assim não pode…

    E o Requião repete, mero papagaio do poleiro torto.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*