Obra emergencial | Fábio Campana

Obra emergencial

O deputado Plauto Miró Guimarães (DEM) sugeriu ontem ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e da Fundepar, que seja realizada uma obra emergencial no Instituto de Educação Professor Cesar Prieto Martinez, de Ponta Grossa. Estima-se que sejam necessários mais de R$ 3 milhões para realizar a completa reforma nas instalações da escola.

“Não é mais possível esperar, pois a escola reúne péssimas condições de uso, sobretudo, em dias de chuva. Na melhor das hipóteses, se não tivermos nenhuma pendência judicial no processo licitatório que está sendo proposto, as obras de reforma terão início no mês de novembro, quando já estaremos próximos do fim do ano letivo”, disse Plauto, acrescentando: “Se o governador e o secretário da Educação têm interesse em resolver esse problema sugiro que se faça uma obra emergencial”.

Segundo o deputado, o Instituto de Educação já foi considerado um dos mais nobres estabelecimentos de ensino do Estado. “Eu estudei nesta escola em seus tempos áureos. Mas, hoje, infelizmente, a escola se encontra abandona e também é alvo de saques por moradores que residem no seu entorno. Isso sem enumerar as condições precárias de estudo para os alunos”, frisou o deputado.


Um comentário

  1. Benedito Trinado
    quinta-feira, 9 de agosto de 2007 – 13:33 hs

    A obra mais emergencial que o Paraná precisa é ejetar o Requião do poder. O resto não tem pressa, não é mesmo, bons a la Bessa?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*