O dia do Requião | Fábio Campana

O dia do Requião

Requião pôs terno e gravata para render homenagem ao templo do capitalismo. Bateu o sino, bateu palmas para si mesmo e recebeu cumprimentos efusivos dos membros da comitiva de intelectuais paisanos que o acompanhou.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*