Ensino técnico | Fábio Campana

Ensino técnico

Educação
 
Hoje, terça-feira 21, o deputado federal André Vargas se encontrou, na capital federal, com o diretor de Articulação Institucional de Ensino da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, o ex-deputado paranaense, Irineu Colombo. Vargas cobrou urgência na instalação das seis novas escolas técnicas federais no Paraná em Paranaguá, Umuarama, Foz do Iguaçu, Paranavaí, Jacarezinho e Telêmaco Borba.
 
Audiências
 
André Vargas tem acompanhado de perto o debate da instalação dos centros tecnológicos no Paraná. Para ele, o governo está programando a realização de audiências nos municípios e nos próximos dias, o ministro da Educação, Fernando Haddad, definirá o cronograma para a instalação das escolas. “Aguardamos o anúncio do cronograma, mas defendo intransigentemente que isso ocorra o mais breve o possível”, reforça.
 
Formação
 
Vargas e Colombo também debateram a proposta do governo para que os Ifets (Instituto Federal de Educação Tecnológica) garantam a formação da seguinte forma: 50% das vagas para o ensino médio e 20% para a educação dos professores nas áreas de química, biologia, física e matemática. “Estas áreas são consideradas carentes no Brasil. Segundo o MEC faltam 245 mil professores nestas áreas. As 150 novas escolas técnicas que serão criadas no Brasil seriam neste modelo. Os demais 30% das vagas seriam cursos de livre escolha das comunidades locais e do governo federal”, afirmou o deputado.
 
Outras unidades
 
André Vargas também solicitou ao diretor que numa segunda fase sejam instaladas escolas técnicas em Laranjeiras, Jaguariaíva, Ivaiporã e Pitanga. “Estas são áreas que precisam destes instrumentos para se devolver”, pensa Vargas.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*