Reação | Fábio Campana

Reação

Não demorou 24 horas para que ouvíssemos a reação do governo Requião à decisão judicial de retirar Curitiba do Cadastro de Inadimplentes do Estado. Sexta-feira, Rafael Iatauro, chefe da Casa Civil, desqualificou a ação ganha na Justiça pela prefeitura de Curitiba.

Ao contrário do que diz a Justiça e a Procuradoria da Prefeitura, Rafael Iatauro afirma que a retirada de Curitiba do Cadastro de Inadimplentes não representa o ressarcimento da dívida de R$ 253 milhões com o Estado e não torna o município apto a receber investimentos.

Mas o tom de Requião mudou. O governo garante que concluirá as obras no município, mesmo que com recursos próprios. Deu como exemplo o Hospital Geriátrico.

Requião desistiu de brigar com o prefeito Beto Richa. Mandou emissários para tentar a paz, pois a guerra derrubou a sua popularidade a índices esquálidos. Ao mesmo tempo o prefeito subiu na admiração popular.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*