O dia do Requião | Fábio Campana

O dia do Requião

O governador educa seus tímpanos ao som de corais de vozes brancas. Ontem, chegou a se emocionar ao ouvir o tango “Perfídia” na escolinha. E aperfeiçoa a vocação autoritária batendo na imprensa e defendendo o fechamento de estações de tevê que não concordam com ele ou com o seu modelo e herói, o coronel Chavez.


Um comentário

  1. Vania
    quarta-feira, 11 de julho de 2007 – 9:03 hs

    Digite seu comentário aqu
    O que corre entre os funcionário do estado é que o Requião tem um discurso de esquerda, no entanto, a distribuição das verbas do governo é que revela a verdadeira face deste governo. E é essa que ficará na história do Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*