O dia do Requião | Fábio Campana

O dia do Requião

Logo cedo, o ajudante de ordens entregou o último resultado do PSA. Alegria nos olhos do áulico ao perceber o suspiro de alivio do chefe. Está controlado. PSA 2.3. Para um homem de quase 70 anos é satisfatório, diz o ginete de companhia. O humor só azedou quando reviu os números da arrecadação. O caixa está mais quebrado que arroz do realengo.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*