Melhor esperar sentado | Fábio Campana

Melhor esperar sentado

Talvez
 
            Se o Paraná será feliz em seu pleito junto ao governo federal, nem Requião sabe. Ontem, sobrou reunião. Logo pela manhã o senador Osmar Dias conversou com a procuradora-geral do estado Jozélia Broliani. Depois, ao meio-dia, com Aluízio Mercadante e Romero Jucá. À tarde, houve nova reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Pouco se decidiu.
 
Quem?
           
Tanto se negociou nos bastidores que coube ao senador Romero Jucá (PMDB/RR), líder do governo no Senado, protocolar na CAE a resolução que extingue a multa aplicada pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) ao Paraná por conta de títulos podres adquiridos durante a privatização do Banestado.
 
Trâmite
 
Primeiro, protocola-se na CAE a resolução. Depois, indica-se um relator que não seja paranaense para evitar conflito de interesses. Daí debate-se na CAE a resolução, debate-se na mesa diretora do Senado a resolução, debate-se novamente na CAE a resolução. Por último, vota-se no plenário a resolução. Quando? Só depois do recesso. No final, Lula ainda tem que assinar embaixo.
 
Paternidade
 
            Todos querem ser o pai da criança. Osmar Dias reclama para si a influência sobre Aloísio Mercadante. Requião diz que intercedeu junto a Romero Jucá por telefone. Jozélia Broliani insiste em aparecer como a salvadora da pátria. O deputado federal Osmar Serraglio não vê a hora de tomar a frente na corrida e apresentar emenda em qualquer MP que dê bobeira pela Câmara. E o PT? Cozinha todos em banho-maria, com medo da reação de outros estados da União na mesma situação.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*