Greve no Ensino Superior | Fábio Campana

Greve no Ensino Superior

ATUALIZAÇÃO 13h54 Os sindicatos das categorias (associações de professores, sindicatos de professores, sindicatos de técnicos-administrativos) receberam ontem um comunicado urgente da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI). Marcaram reunião para hoje, em Curitiba. O governo tenta evitar as paralisações.

Não há consenso acerca do índice de correção dos salários. Algumas categorias exigem revisão de 50%, mas a administração estadual alega ser inviável qualquer aumento acima de 7%.

A reunião urgente começou às 13h30, na SETI. Maiores informações em breve.

13h13

Diversas entidades ligadas ao ensino superior público do Paraná estão com indicativo de greve tirado para amanhã.

Por ora as iniciativas são pontuais. Há somente um comitê estadual orientando a pauta de reivindicações, que participa das negociações com a SETI. Amanhã será dia de paralisação por todo o estado, ocasião na qual serão realizadas assembléias nas diferentes instituições de ensino superior.  Dependendo da adesão ao movimento, elege-se amanhã o Comando de Greve — que pode ser por tempo determinado, ou indeterminado.

Ao longo do dia daremos mais informações, e atualizaremos a lista de entidades que podem parar amanhã, dia 1 de agosto.

Horário das assembléias:
SINTEOESTE – Sindicato dos trabalhadores da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Indicativo de greve para amanhã, 1º de agosto.
SINTEEMAR – Sindicato dos trabalhadores de estabelecimento de ensino em Maringá. Assembléia marcada para amanhã, às 14h.
ADUEM – Associação de Docentes da Universidade Estadual de Maringá. Assembléia marcada para amanhã, às 14h.
SINDIPROL – Sindicato dos Professores da Universidade Estadual de Londrina. Assembléia marcada para amanhã, às 14h30.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*