Faca nas costas | Fábio Campana

Faca nas costas

Na segunda-feira Requião foi à Brasília para pedir ao presidente Lula um extra nas verbas do PAC destinadas ao Paraná. Conseguiu. De R$ 700 milhões a cota paranaense passou para R$ 1,2 bilhão.

Ontem, um dia depois de receber a benesse, a punhalada nas costas, como disse um deputado petista irritado com a situação. Requião abriu a escolinha para Plínio de Arruda Sampaio descer a borduna em Lula e seu governo.

Ora, pois, voltamos aos velhos tempos, sentenciou o deputado André Vargas, presidente estadual do PT, que não gostou da brincadeira de mau gosto do Duce do Canguiri e lembrou a época em que Requião batia no governo federal e namorava com os tucanos de Geraldo Alckmin de janelas escancaradas.

Para justificar a manobra insana, a turma da escolinha bebeu mais uma lição de nacionalismo que serve para justificar tudo, inclusive as traições. Nisso Requião é mestre, embora cometa seus equívocos teóricos.

Há quem confunda nacionalismo com patriotismo. Quanto a este, sabemos que se trata do último refúgio dos canalhas. Quanto ao primeiro, sabemos que se trata do último recurso dos políticos de extração antidemocrática.

Um pouco de história para ilustrar a pobre vida política destas paragens meridionais. Mussolini partiu para a guerra da Etiópia para excitar os rancores e os recalques da Itália pequeno-burguesa e adiar o fim do fascismo. Galtieri inventou a guerra das Malvinas. Como se vê, esta gente é capaz de tudo.

Os povos, em compensação, às vezes se prestam ao papel de coro de pantomimas trágicas; mas no carrossel do tempo, mais cedo ou mais tarde, acabam recobrando a razão. É o que todos aguardam neste Paraná perplexo com a sua capacidade para escolher sempre o pior caminho.


2 comentários

  1. Carlos
    quarta-feira, 18 de julho de 2007 – 12:12 hs

    Parabéns.

  2. quarta-feira, 18 de julho de 2007 – 13:02 hs

    Gostaria de divulgar, uma vez mais, o blog do Grupo de Análise de Conjuntura, de professores e alunos de ciência política da UFPR.
    http://gac-nusp-conjuntura.blogspot.com/
    Boa leitura.
    Abraços,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*