É blefe | Fábio Campana

É blefe

Vexame

Elio Rusch, DEM, acredita que a Assembléia Legislativa deve ferver nesse retorno das atividades parlamentares. Em primeiro lugar, o deputado aponta que deve ser investigado porque Requião transferiu as contas do funcionalismo estadual do Itaú para o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal sem tanto sucesso como fez Beto Richa, que transferiu as contas da Prefeitura de Curitiba do Itaú para o Santander. “O Beto deu um show. Fez tudo transparente, com pregão. O Beto administra com responsabilidade, diferente do Requião que rompe unilateralmente contratos, cheio de bravata”, dispara Rusch.

O blefe

Elio Rusch também aguarda que neste segundo semestre o governo Requião apresente, finalmente, um projeto de governo. “Porque até aqui não vimos nada”, afirma Rusch. Questionado a respeito do PACotinho requiônico, Rusch define esse PAC Made in Paraná: “É um blefe”. Rusch e o time da bancada oposicionista querem saber de um projeto real de governo.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*