Saúde em frangalhos nos Campos Gerais | Fábio Campana

Saúde em frangalhos nos Campos Gerais

Faliu
 
Hoje aconteceu uma audiência pública sobre saúde, realizada em Ponta Grossa a pedido do deputado Marcelo Rangel. Nove parlamentares marcaram presença. O palco: a Câmara Municipal de Ponta Grossa. O tempo: três horas, das 15h30 às 18h30. A população e os vereadores da cidade puderam soltar o verbo.Com exceção de Péricles Holleben de Melo, todos apresentaram discurso afinado: a saúde do Paraná vai mal, bem mal.
 
Ruiu
 
Claudio Xavier, secretário da saúde, não foi. Mandou um representante, o Dr. Gilberto Martins. Ele teve de ouvir o que todos já sabem: o governo não cumpriu a promessa de instalar 38 novos leitos de UTI em Ponta Grossa. O momento mais dramático se deu quando uma mãe, que perdeu um filho por falta de leito de UTI, se prounuciou. Não ficou leito sobre leito ausente.
 
Caiu
 
Ney Leprevost, presidente da comissão de saúde da Assembléia, vai encaminhar um relatório da audiência para o governador Requião e para o secretário da saúde Claudio Xavier. “A situação da saúde em Ponta Grossa vai mal, bem mal, e o governo precisa tomar providências”, comenta Leprevost.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*