O rolo compressor dos governistas | Fábio Campana

O rolo compressor dos governistas

Sem Rossoni

A bancada palaciana aproveitou a ausência do líder da oposição, Valdir Rossoni, para aprovar tudo o que queria na Assembléia. Basicamente, quatro itens. O primeiro foi a extinção da Serlopar sem extinção dos seis cargos em comissão dos diretores, como queria o governo.  Os cargos ficam a disposição da Casa Civil.

À vontade

 O segundo item aprovado pelo rolo compressor foi o que dá ao governador o direito de nomear os cargos da diretoria da Paraná Previdência que eram de provimento exclusivo dos funcionários.

Controle?

 O terceiro foi a criação da Controladoria Interna do Poder Executivo estadual, um novo órgão de fiscalização cujo titular terá status de secretário. E salário correspondente. Provavelmente o representante do partido verde, Mello Vianna.

Quando virá?

 O último foi o reajuste dos servidores entre 3 e 30%, o que seria uma boa nova, não fosse o detalhe que o governo dará o aumento quando puder, ou quando quiser. A prioridade, garante o líder Romanelli, é para os professores.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*