Jamil ausente | Fábio Campana

Jamil ausente

Quatro anos sem Jamil Snege, inteligência que certamente está fazendo falta ao Paraná. O refinado escritor de “O jardim, a tempestade”, era também um publicitário talentosíssimo que muitas vezes ajudou Requião e sua troupe a parecerem menos rudes, menos bárbaros, menos obscuros.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*