Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.


50 anos do AI-5: a história dos 6,5 mil militares perseguidos pela ditadura

BBC Brasil,
Proporcionalmente, os militares foram o grupo social mais afetado pela repressão
Piloto de caça do Brasil durante a Segunda Guerra Mundial, o então tenente Rui Moreira Lima, do Rio, participou de 94 missões na Itália entre novembro de 1944 e maio de 1945, como membro da Força Expedicionária Brasileira.
Mas a artilharia dos aviões nazistas não foi o único ataque que precisou enfrentar em sua carreira a serviço da Aeronáutica brasileira.
Mesmo sendo um condecorado membro das Forças Armadas, tendo voltado ao Brasil como herói de guerra, escrito um livro sobre a atuação brasileira na Segunda Guerra e mais tarde tendo se tornado brigadeiro, Moreira Lima foi perseguido, preso e torturado pelo governo durante a Ditadura Militar.
Em 1964, o brigadeiro foi deposto do comando da Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, por ser considerado um democrata e ter abertamente se oposto ao golpe militar – que, em 31 de março daquele ano depôs o presidente João Goulart e estabeleceu um regime autoritário que durou até 1985. Moreira Lima foi preso, aposentado compulsoriamente e teve a família perseguida.
Ele já trabalhava na iniciativa privada, nos anos 1970, quando seu filho, Pedro, foi sequestrado pelos agentes da repressão. “Meu filho ficou apavorado, tinha 20 anos”, contou Moreira Lima em um depoimento emocionado à Comissão da Verdade em 2012, quando tinha 93 anos. Leia Mais »

Maestro paranaense Waltel Branco morre aos 89 anos

Waltel Branco, um dos grandes nomes da música nacional, morreu no último dia 28 de novembro, no Rio de Janeiro, aos 89 anos de idade. Entretanto, a notícia só foi divulgada hoje pela filha, com quem morava no Rio de Janeiro há pouco mais de um ano.
Waltel Branco é nome insuperável.
É desses pra quem a gente desfila adjetivos sem capacidade de descrever o florir de sua música, lugar em que o extraordinário se torna frequente.
Na sua arte viajamos até a outra margem da realidade, vamos parar lá na outra fronteira, um pé no inacreditável, na contemplação do infinito, nas mais profundas razões que vêm de dentro para se espalharem, transbordantes, pela vida de quem tem a sorte dos ouvidos de ouvir.  Leia Mais »

Ratinho Jr anuncia o novo presidente dos Portos

Luiz Fernando Garcia da Silva será o presidente da Administração Portuária dos Portos de Paraná e Antonina (APPA) no próximo governo.
Profissional com atuação intensa nas esferas da administração pública e no planejamento dos projetos portuários, é graduado em Economia pela Universidade Federal do Paraná, tem especialização em gestão de empresas.
Atual Diretor-Presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP), Luiz Fernando já foi assessor especial do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, coordenador do Grupo de Trabalho, que estudou a solução para o problema da dragagem do Porto de Santos/SP e integrou o grupo de trabalho para a desburocratização e simplificação da legislação portuária que culminou com o Decreto 9.048/17, considerado um novo marco regulatório no setor portuário. Leia Mais »

R$ 100 milhões para compra de navio para Antártida

O Congresso Nacional autorizou a liberação de R$ 100 milhões do orçamento deste ano para a compra de um navio que irá atuar na Antártida.
O pedido foi feito pelo governo federal em outubro deste ano e a proposta abre crédito especial em favor da Emgepron (Empresa Gerencial de Projetos Navais), companhia pública vinculada ao Ministério da Defesa.
A compra do Navio de Apoio Antártico será para substituir o Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel, hoje em atuação e atuar em atividades de apoio à pesquisa e apoio logístico à Estação Antártica Comandante Ferraz, que faz parte do Programa Antártico Brasileiro.
A ideia é que o equipamento ajude na construção da nova EACF, destruída em um incêndio em 2012.

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro recebia da Alerj mesmo fora do Brasil

Segundo reportagem, Wellington Sérvulo Romano passou 248 dias fora do Brasil entre 2015 e 2016
Parte da movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão do policial militar Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), vinha de depósitos feitos por outros nove assessores ou ex-assessores do deputado estadual e senador eleito.
Segundo o Jornal Nacional, um desses assessores era Wellington Sérvulo Romano da Silva, que recebia pagamentos da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) mesmo fora do Brasil.
Tenente-coronel da Polícia Militar, Sérvulo começou a trabalhar como assessor de Flávio Bolsonaro na Alerj em abril de 2015. Nove dias depois, embarcou na primeira de oito viagens que fez a Portugal, sempre pela companhia área TAP, até sua exoneração definitiva em 1º de setembro de 2016.
Em um ano e quatro meses como assessor na Alerj, Sérvulo totalizou 248 dias fora do Brasil. Leia Mais »

União para isolar PT e PSL na Câmara

A movimentação pela eleição da presidência da Câmara continua. Os deputados articulam jeito de formar um bloco que isole PT e PSL. A estratégia testada da vez é apoiar a reeleição de Rodrigo Maia e com ela, dividir cargos importantes da Casa.
O bloco declara que não fará oposição a Bolsonaro, mas tampouco se apresenta como completamente alinhado com o governo.
A eleição para a presidência da Câmara é secreta. Votam as 513 excelências. É cargo de muito poder porque além de ser o segundo na linha sucessória da Presidência, o presidente da Câmara pode decidir a pauta de votações do plenário e definir coisas como por exemplo o enterro ou prosseguimento de eventual pedido de impeachment contra o presidente da República.

(Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)

Cida inaugura pavimentação aguardada há 40 anos em Fernandes Pinheiro

A governadora Cida Borghetti inaugurou nesta quinta-feira (13), em Fernandes Pinheiro, a pavimentação do trecho de 4,5 quilômetros entre a BR-277 e o Distrito de Angaí. A obra, aguardada há 40 anos, teve investimento foi de R$ 5,6 milhões. “É uma obra importante que vai fomentar o desenvolvimento, atrair investimentos e garantir segurança e agilidade às cerca de 225 famílias que vivem aqui”, disse a governadora.

Cida também falou que não seria possível finalizar a ligação asfáltica sem a colaboração da prefeitura e o empenho de homens e mulheres trabalhadoras. “Graças à parceria e o empenho de todos conseguimos realizar esse projeto extremamente sólido e bem construído”, afirmou. Os serviços de terraplanagem e pavimentação já foram finalizados. No momento, ainda estão sendo executados os trabalhos de drenagem, pintura da sinalização e paisagismo.

INVESTIMENTOS –  A prefeita Cleonice Schuck disse que a obra vai trazer melhorias para a agricultura e o comércio, além de agilizar o deslocamento de quem precisa passar pelo local. “Nosso município é 70% agrícola e a pavimentação facilitará o escoamento da safra, além da circulação de pessoas que vêm de outros municípios para atividades comerciais”, afirmou. “É um sonho realizado com apoio do Estado” acrescentou.

Na solenidade de inauguração, Cida também lembrou que, no últimos oito meses, o Governo do Estado autorizou mais de R$ 6 bilhões para todos os municípios do Paraná. “São recursos não só para a infraestrutura, mas para todas as áreas, como saúde, segurança e educação”.

Bolsonaro está no caminho certo para 75% dos brasileiros

O Ibope foi pesquisar qual é o grau de satisfação dos brasileiros com os caminhos percorridos até aqui.
Três em cada quatro brasileiros acreditam que o presidente eleito e sua equipe estão no caminho certo em relação às decisões tomadas até o momento; 14% acham que Bolsonaro está no caminho errado e 11% não sabem ou não responderam à pergunta.
A pesquisa foi feita entre 29 de novembro e 2 de dezembro e ouviu 2 mil eleitores de 127 municípios. A margem de erro máxima estimada é de 2 pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%.

(Foto: Google/Reprodução)

PF cumpre mandado por ameaça contra Bolsonaro

A Polícia Federal colocou seus homens nas ruas hoje pela manhã para cumprir mandado de busca e apreensão contra um jovem de 23 anos que ameaçou Jair Bolsonaro pelas redes sociais. A PF quer saber se há outras pessoas envolvidas com o autor de postagens que “incitaram a subversão da ordem política fomentando a morte” de Bolsonaro, quando ele ainda era candidato.
Contra o investigado também pesam xingamentos que fez contra o vice, Hamilton Mourão.

(Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

João Arruda adverte

Coluna do Estadão,
Em mensagem de despedida à bancada do MDB na Câmara, o deputado federal João Arruda (PR) fez um alerta. “Nosso partido vai viver momentos difíceis e precisamos urgentemente pensar em alternativas para melhorar a imagem da legenda.”
A aliados, Arruda justificou a previsão. Disse acreditar que correligionários serão presos em 2019.

 

O mandato termina, mas Requião promete continuar na vida pública

Tem muita gente torcendo para que Requião coloque pijama, chinelos e vá para casa acompanhar a política pelos jornais. Mas em seu discurso de despedida nessa semana, ele avisou que quando encerrar o mandato não se recolherá à vida privada, “não tenho também esse direito. Enquanto respirar, viverei pelo Brasil, fiel, intransigentemente fiel, à utopia que me embala desde a meninice: o sonho de um país soberano, desenvolvido e bom para todos”.
Como Requião vai fazer para continuar publicamente sua luta pela “soberania nacional”? Isso ele não explicou.

(Foto: Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Bolsonaro: caso de ex-assessor ‘dói no coração’

Bolsonaro fez transmissão ao vivo no Facebook e falou sobre o caso de Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro. “Se algo estiver errado, que seja comigo, com meu filho ou com Queiroz, que paguemos a conta deste erro, que não podemos comungar com erro de ninguém […] Dói no coração da gente? Dói, porque o que nós temos de mais firme é o combate à corrupção”.
Repetindo o discurso que frisa a legalidade dos fatos, sem tratar moralmente deles, Bolsonaro fez questão de frisar que “afinal de contas, o Queiroz não estava sendo investigado, foi um vazamento que houve ali”, para em seguida acrescentar que não é “contra vazamento, não, tem que vazar tudo mesmo, nem devia ter nada reservado, botar tudo pra fora e chegar à conclusão”.

(Foto: Facebook/Reprodução)

Athlético: Bolada milionária e duelos internacionais

Vinicius Cordeiro, Paraná Portal
O título da Copa Sul-Americana traz muitos benefícios ao Athletico. A premiação apenas pela final foi de R$ 9,7 milhões. No total, o Furacão lucrou R$ 17 milhões por participar da segunda competição mais importante entre clubes das Américas. Para noção de comparação, o Palmeiras faturou R$ 18,7 milhões com o título do Brasileirão.
Mas na esfera de competição, o Rubro-Negro também saiu muito bem. Além de garantir vaga na Libertadores da América, o clube vai disputar a Recopa Sul-Americana contra o River Plate, campeão da Libertadores. Serão dois jogos: primeiro no dia 20 de fevereiro de 2019, na Arena da Baixada, e depois no dia 6 de março, na Argentina. Neste ano, o campeão do torneio foi o Grêmio, que levou R$ 2,3 milhões. O Independiente, vice-campeão, lucrou R$ 1,3 milhão.
Mas além da competição sul-americana, o Atlético ainda terá, em agosto, a Copa Suruga Bank. O duelo será contra o campeão japonês e a vitória renderá R$ 2,7 milhões, enquanto a derrota vale R$ 1,85 milhão.
No total, o Athletico vai disputar seis torneios no ano que vem: Paranaense, com o time de aspirantes, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores da América, Recopa Sul-Americana e Copa Suruga.

Tucano bom é tucano licenciado

O PSDB luta para se levantar, cada suspiro para cima é acompanhado de uma nova derrocada.
Na intenção de dar uma melhorada na imagem, tucanos se esforçam para que Aécio Neves se licencie do partido. Na conta de parte dos integrantes da sigla, é menos prejudicial perder uma cadeira na Câmara ano que vem do que continuar com Aécio no partido.

(Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

 

Com ou sem eleições, Justiça Eleitoral custa R$ 5,5 bi por ano

No mundo civilizado onde há eleições, quando passa o período das urnas, passa também a necessidade de manter a solidez física da Justiça Eleitoral. Nos lugares onde é moda respeitar os recursos públicos, esse tipo de instituição se desfaz com o término das eleições para retornar no próximo pleito.
Na bananeira começou assim, tanto que a composição do TSE tem certo caráter provisório: três ministros do STF, dois do STJ e dois da Advocacia. Mas em algum momento da história isso se transformou em 35.371 servidores e R$ 5,5 bilhões por ano (quase 90% para pagar salários), com ou sem eleições.
Só por curiosidade, sem intenção de irritar o leitor: os ministros do TSE trabalham terças e quintas à noite, para isso cada um têm gabinete de 150 metros quadrados.

Dinheiro fica na Câmara para renovar frota de carros

Em 2018 Sobraram R$ 28 milhões dos recursos repassados para Câmara de Curitiba. Era possível devolver essa grana para prefeitura para que ela se transformasse em obras ou serviços na cidade.
Mas os vereadores resolveram que o melhor seria empregar o dinheiro na renovação da frota de carros da Câmara e outras coisas de igual importância.
O placar ficou assim:
A favor de manter a grana na Câmara: Paulo Rink (PR), que teve a ideia, Sabino Picolo (DEM), Professora Josete (PT), Professor Silberto (MDB), Jairo Marcelino (PDT), Ezequias Barros (PRP) e Osias Moraes (PRB).
A favor de devolver a grana para Prefeitura: Serginho do Posto (PSDB), Mauro Ignácio (PSB) e Thiago Ferro (PSDB).

Há planos para matar Bolsonaro, diz Mourão

O general Hamilton Mourão disse em entrevista à Crusoé, que Jair Bolsonaro está sob “grave ameaça”, segundo informes dos serviços de inteligência.
De acordo com o vice-presidente, esses informes apontam a existência de planos para matar Bolsonaro com atiradores de elite e carros-bomba – inclusive com a participação de grupos terroristas estrangeiros.

 

 

R$ 12,9 milhões desviados do Ministério do Trabalho

Investigações da Polícia Federal no âmbito da Operação Registro Espúrio, que apura irregularidades no Ministério do Trabalho, identificaram desvios de 12,9 milhões de reais de uma conta administrada pela pasta, e uma nova fase da ação foi deflagrada hoje para aprofundar as investigações.
O desvio saía da Conta Especial Emprego e Salário, um fundo abastecido com dinheiro de contribuição sindical e administrado pelo ministério, por meio de pedidos fraudulentos de restituição. O STF expediu 14 mandados de busca e apreensão a serem cumpridos por agentes da PF em Brasília, Goiânia, Anápolis e Londrina.

(Foto: Bia Fanelli/Folhapress/Reprodução)

Lava Jato devolveu R$ 848 milhões aos cofres públicos até agora

Correio Braziliense,
A Operação Lava-Jato começou há mais de quatro anos, simbolizando um marco no combate à corrupção. E, no que compete às colaborações homologadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), já foram contabilizados mais de R$ 848 milhões que retornaram aos cofres públicos. Além disso, no balanço de 2015 até hoje, a 5ª Câmara de Combate à Corrupção do MPF apreciou mais de 35 acordos de leniências e de colaboração premiada, o que envolveu mais de R$ 24 bilhões. São mais de 200 condenações e quase 3 mil anos de prisão somados.
Segundo dados divulgados pelo Ministério Público Federal (MPF), está em curso, em todo o país, mais de 130 operações de combate à corrupção. Com as de grande porte, como a Lava-Jato e a Greenfield, o órgão tem buscado o ressarcimento de mais de R$ 67 bilhões aos cofres públicos. Leia Mais »