Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos.

Flávio Bolsonaro recebeu R$ 96 mil em depósitos em um mês, diz TV

Trecho de um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostra que, em um mês, quase 50 depósitos em dinheiro foram feitos numa conta do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), revelou o Jornal Nacional, da TV Globo, na noite desta sexta-feira, 18. A suspeita, segundo a reportagem, é de que funcionários dos gabinetes devolviam parte dos salários, numa operação conhecida como “rachadinha”. As informações são do Estadão.

O registro, de acordo com o Jornal Nacional, traz dados sobre movimentações financeiras de Flávio Bolsonaro entre junho e julho de 2017. No total, foram 48 depósitos em espécie na conta do senador eleito, “concentrados no autoatendimento da agência bancária que fica dentro da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), e sempre no mesmo valor: R$ 2 mil”.

Leia Mais »

Sabino visita Greca

O prefeito Rafael Greca e a primeira dama Margarita Sansone receberam nesta sexta-feira a visita do novo presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Sabino Picolo. Eles discutiram formas de aprimorar a governança na gestão pública.
Segundo o prefeito, o relacionamento da Prefeitura com o legislativo continuará com a harmonia e independência dos últimos anos. “A Câmara tem um papel fundamental nos destino da cidade”, afirmou Greca. “E agora sob a vigorosa liderança do vereador Sabino tenho certeza que continuará contribuindo para o desenvolvimento da nossa capital.”

Novos diretores são nomeados nos Portos do Paraná

Foram nomeados nesta quinta-feira (17), pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, novos diretores da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. Com isso, além do presidente Luiz Fernando Garcia da Silva, os Portos do Paraná contam com novos gestores nas áreas empresarial, financeira e de meio ambiente.

Leia Mais »

Dilma ‘deu corda’ para Lava Jato implicar Lula, diz Palocci em delação

Mônica Bergamo, Folha de S. Paulo

O ex-ministro Antonio Palocci, delator da Operação Lava Jato, relatou que a ex-presidente Dilma Rousseff “deu corda para o aprofundamento das investigações” da operação Lava Jato para implicar o ex-presidente Lula, informa Bruna Narcizo.

Segundo Palocci, havia uma “ruptura” entre Lula e Dilma e dois grupos distintos tinham sido formados dentro do PT. Ele diz que a “briga” entre os dois começou com a indicação de Graça Foster para a presidência da Petrobras.

Leia Mais »

Comitiva do PSL na China apronta mais uma

Quanto mais se investiga a comitiva do PSL que embarcou para turismo na China, mais se descobre as trapalhadas daqueles que Olavo de Carvalho (ex-guru) chamou de “semianalfabetos” e “bando de caipira“.
A organização da excursão divulgou que o deputado Junior Bozzella fazia parte dos viajantes. Acontece que Bozzella não tirou o pé do Brasil, esteve o tempo todo no interior de São Paulo, e ficou surpreso quando soube que seu nome estava no imbroglio.

 

Olavo de Carvalho defende Flávio Bolsonaro

‘Dono do Enem é o nosso presidente’

Ele é quem tem que dar as diretrizes, estamos aqui cumprindo uma missão do presidente. O dono do Enem termina sendo o nosso presidente, que é o único que teve 60 milhões de votos e é quem pode responder, mudar e realinhar (a prova). Ele tem esse aval“.
Marcus Vinicius Rodrigues, indicado para comandar o Inep, órgão responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

A mulher mais rica do mundo

Em breve, as listas de pessoas mais ricas do mundo podem ter uma mulher nos dez primeiros postos: a escritora Mackenzie Bezos, ex-mulher do fundador e presidente executivo da Amazon, Jeff Bezos. Se o divórcio do casal, anunciado no último dia 9, seguir as regras de casamentos sem acordos pré-nupciais no Estado de Washington, onde os dois moram, Mackenzie poderá deixar a união com exatamente metade do patrimônio do casal, avaliado em US$ 139,2 bilhões, segundo a revista Forbes.
Por que isso é importante? Não é. Trata-se apenas de uma fofoquinha de final de tarde…

(Foto: Reuters)

Bandidos em pânico

João Pedro Stédile: “Os latifundiários moram nas cidades e vão armar seus capatazes e pistoleiros no interior. Muitos empregados das fazendas já andam armados ilegalmente. O problema no interior é o contrabando, o roubo de agrotóxicos e de gado. Legalizar o uso de armas, não resolve o problema”.
Augusto Nunes: “João Pedro Stédile, líder do MST, no Twitter, exigindo que os fazendeiros assistam aos ataques do exército de invasores de terras sem armas nas mãos, o que lhes permitiria usá-las para aplaudir os assassinatos do direito de propriedade”.

‘Número 2’ do Meio Ambiente é acusada de improbidade

O Antagonista,
Jair Bolsonaro, noticia O Globo, nomeou como secretária-executiva do Ministério do Meio Ambiente uma ex-secretária estadual acusada de improbidade administrativa e danos aos cofres públicos durante sua passagem no governo do Rio Grande do Sul.
Ana Maria Pellini, diz a reportagem, teve a ação aberta contra si, por improbidade administrativa, em abril de 2016, após ação movida pelo Ministério Público estadual acusando-a de celebrar um contrato irregular, sem licitação, que lesou o erário em R$ 1,6 milhão.

 

O pente-fino da Previdência

Os benefícios concedidos pelo INSS como pensão por morte, auxílio-reclusão e aposentadoria rural devem passar um pente-fino.
Com a medida, o governo federal fala de economia “na casa dos bilhões”.
Temer começou movimento parecido, mas com foco em auxílios-doença e aposentadorias por invalidez. Desde então foram cortados 80% dos auxílios e 30% das aposentadorias. A economia estimada foi de R$ 14,5 bilhões.

‘Bolsonaro não reclamou’, diz deputada do PSL sobre visita à China

Os deputados do PSL foram para China. O pretexto das excelências: conhecer tecnologia de segurança naquele país, mas claro, sem colocar a mão no bolso. Ninguém gostou muito, mas ninguém ligou muito também. Mas depois que Olavo de Carvalho criticou a excursão e lavou as mãos sobre o que acontece com o partido, o governo e o que mais o desagradar (“E eu sou guru dessa porcaria? Eu não sou guru de merda nenhuma!“), o negócio mudou de figura e pulou para as machetes.
A deputada federal eleita pelo PSL de São Paulo, Carla Zambelli, minimizou o mal-estar que a viagem possa ter causado. Para ela, se o chefe não reclamar, não há problema: “A gente não ouviu da boca do Bolsonaro nenhum desagravo. Em nenhum momento ele nos chamou a atenção. Se gerasse esse mal-estar que foi dito em algumas redes, acho que ele teria chegado até nós para conversar”.  Leia Mais »

Marina resiste ao fim do Rede

BR18,
A ex-senadora e criadora da Rede Sustentabilidade, Marina Silva, resiste em pôr um fim à legenda e diz que o fato de ficar sem recursos do fundo partidário não é “determinante” para definir se o partido deve ou não se fundir a outra legenda, como o PPS. A decisão sobre o futuro do Rede criou um racha no partido e fez o grupo adiar para março o congresso nacional que discutirá o assunto. O encontro seria realizado neste fim de semana, em Brasília.
Em entrevista ao Valor, Marina afirma que, diante da atual conjuntura, é preciso levar em conta a importância que o partido terá no debate político, especialmente no campo da defesa do meio ambiente. “No momento em que a agenda ambiental está sendo estilhaçada, a Rede tem um papel histórico a cumprir”, disse.

(Foto: Google/Reprodução)

Gleisi para Bolsonaro: ‘Tome vergonha’

Bolsonaro falou sobre o PT e a Venezuela. Acusou o partido de ser um dos responsáveis pela crise no país vizinho.
Gleisi não gostou e rebateu: “De novo atacando o PT! Tome vergonha e explique seu envolvimento com as falcatruas do Queiroz. Explique por que mudou de posição em relação ao foro privilegiado. Comece a governar, diga a que veio!”.

(Foto: SŽergio Lima/PODER 360)

Coordenador do Enem é demitido um dia após nomeação

Murilo Resende Ferreira foi nomeado para o cargo de diretor de avaliação da educação básica do Inep, que o colocou como coordenador do Enem. Ficou um dia no cargo. Onyx Lorenzoni anulou a nomeação.
Mas Murilo, que foi acusado de plágio há alguns dias, já tem novo cargo no governo. Ele agora será assessor da Secretaria de Educação Superior. Essa divisão do MEC é responsável por coordenar a manutenção e administração das universidades e institutos públicos federais e supervisionar as universidades privadas.

(Foto: YouTube/Reprodução)

BNDES divulga lista com 50 maiores tomadores de recursos

O BNDES divulgou hoje de manhã a relação das cinquenta empresas e entes públicos que mais tomaram recursos emprestados da instituição de fomento. A medida faz parte do que Bolsonaro tem chamado de “abrir a caixa-preta” do BNDES.
A campeã da lista dos principais credores do BNDES é a Petrobras, com 62,4 bilhões de reais, seguida pela Embraer (49,3 bi), Norte Energia (25,3 bi) e a Vale (24,8 bi). Em quinto lugar, aparece a Odebrecht, cujos financiamentos ultrapassam 18 bilhões de reais. Outra empresa do grupo de Marcelo Odebrecht, a Braskem, aparece na 21ª colocação, com 7,3 bilhões de reais. A JBS aparece uma posição acima, em 20ª, com 7,6 bilhões.
É possível consultar os 50 maiores credores aqui. Ou saber sobre contratos para obras no exterior aqui.

Em carta a Jean Wyllys, Lula pede ‘enfrentamento’ a Bolsonaro

Jean Wyllys mostrou, feliz da vida, a carta que recebeu de Lula. Ele havia encaminhado seu livro “Tempo bom, tempo ruim” para o ex-presidente.
A resposta não faz menção à obra, mas pede “um forte enfrentamento político com o governo, e ao mesmo tempo, tratar de organizar politicamente o nosso povo”.
No autógrafo do livro enviado, Wyllys escreveu: “Querido Lula, eu te amo, mesmo, você está livre em mim e em milhões de brasileiros. Sem você, não seríamos o que somos. Atravessaremos esse tempo ruim, e, quando vier de novo o tempo bom, dar-te-ei um abraço livre!”.

Ricardo Barros: ‘A quem interessa o ativismo político do MP? Não à democracia’

O ex-ministro da Saúde Ricardo Barros (PP/PR) classificou de “ativismo político” o fato de o Ministério Público Federal (MPF) divulgar a denúncia relacionada à compra de medicamentos raros um mês após o protocolo na Justiça Federal, poucos dias depois do anúncio de sua candidatura à presidência da Câmara e já tendo conhecimento da decisão liminar da Justiça Federal que negou o bloqueio dos bens, omitindo a informação na nota à imprensa.
“Esse ativismo político do Ministério Público não ajuda a democracia”, afirma o deputado federal paranaense. Barros adianta que irá protocolar uma reclamação na corregedoria do MPF “para a apuração de responsabilidade da divulgação da matéria”. Leia Mais »

Greca envia carta para Bolsonaro com ‘dicas’ sobre Previdência

Guilherme Voitch,
O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), enviou uma carta para o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) e para o ministro da Economia, Paulo Guedes, com dicas para a reforma da Previdência. Segundo o prefeito, a situação fiscal do governo federal é semelhante a da capital paranaense antes da reforma fiscal promovida por Greca em 2017.
“A situação aqui era muito complicada. Não havia dinheiro para investimento. Estávamos sufocados. O ajuste que fizemos refloresceu Curitiba. Éramos a pior capital do Brasil em liquidez financeira, nota C. Hoje somos nota A, segundo a Secretaria do Tesouro Nacional (STN).”
Leia Mais »

A reza de Damares

Quem trabalha no Ministério comandado por Damares Alves já sabe: todos os dias ela para o que estiver fazendo às cinco horas da tarde parar rezar.
Alguns ocupantes do entorno participam, uns por fé outros por temor e alguns para manter a boa relação com a chefa. A cada novo adepto, o culto ganha força e Damares fica feliz por o ‘Estado ser laico e ela terrivelmente cristã’.

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)