‘Judicialização custa
R$ 5 bi ao ano à Saúde’, diz Ricardo Barros

índice

Ontem, durante encontro com empresários em Maringá, o ministro Ricardo Barros (Saúde) citou que um dos grandes problemas enfrentados na gestão da saúde pública brasileira é a judicialização. Barros ressaltou que o assunto tem sido discutido dentro do Conselho Nacional de Justiça onde há quem defenda que “a defesa da atuação integral da saúde no Judiciário não pode desestruturar o atendimento a todos”. Segundo o ministro, a “judicialização tem um custo de R$ 5 bilhões por ano”. Com informações de Murilo Gatti n’O Diário de Maringá

O cálculo leva em consideração todas as ações judiciais abertas para exigir a concessão de medicamentos e tratamentos de alto custo. “Quando se há gastos elevados para uma pessoa, pode faltar para muitas outras. São recursos fora do planejamento que destroem a gestão pública”, ponderou.

Leia Mais »

Gleisi pagou motorista, aluguel, funcionários e até as multas eleitorais com dinheiro desviado dos empréstimos de servidores públicos

Há documentos comprovando que a senadora, que também foi ministra da Casa Civil de Dilma e está sob investigação da Lava-Jato, aproveitou-se do dinheiro junto com seu marido. Os investigadores descobriram que o dinheiro afanado no esquema servia para pagar o motorista particular da senadora, o aluguel de um loft em Curitiba, além do salário de funcionários e até multas eleitorais. – trecho da matéria de Rodrigo Rangel na Veja deste final de semana.
Leia a seguir a íntegra.

Leia Mais »

O tostão e o bilhão

índice
Às voltas com a prisão do marido, Paulo Bernardo, a senadora Gleisi, que também está denunciada na Lava-Jato, não deverá se dedicar tanto à defesa de Dilma

Luiz Antonio Novaes, O Globo

Num plenário vazio para uma quarta-feira, o procurador Dallagnol, da Lava Jato, apelou aos poucos deputados presentes que aprovassem o pacote do MP anticorrupção, na Câmara há meses. E citou uma estimativa astronômica, não dele, mas da ONU: o Brasil perde com desvios e fraudes R$ 200 bilhões anuais.

“A corrupção é uma serial killer que se disfarça de buracos de estrada, falta de medicamentos, crimes de ruas e pobreza”. No dia seguinte, ouvimos, no sotaque paulista da Operação Custo Brasil, que ela também se traveste de taxas irrisórias de R$1,25, retiradas pelo pró- prio governo dos contracheques de centenas de milhares de servidores e aposentados.

Leia Mais »

Só Requião para prestigiar a Venezuela
no Mercosul

Painel, Folha de S. Paulo

Espera sentado – Brasil, Argentina e Paraguai não estão nada dispostos a comparecer à reunião do Mercosul, em Montevidéu, no início de julho. Motivo: não querem participar da solenidade de posse da Venezuela como presidente do bloco.

Mande lembranças – Os três países tentaram adiar o encontro, mas o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, resiste em postergar a reunião. O Planalto já avisou que o presidente interino, Michel Temer, e o chanceler José Serra não darão o ar da graça.

Vilões, vilezas e vilanias

vargas-veneri-zeca-dirceu-paulo-bernardo

De mãos para trás e cabeça baixa, parecem o que sempre foram, trapaceiros de luxo com caras de bandido

Nelson Motta

Aprendi com meu pai que é covarde e indigno tripudiar sobre perdedores, que se deve ter compaixão pelos caídos, não chutar cachorros mortos. Mas também ser solidário com as vítimas, lutar pela justiça, para que os criminosos paguem pelos seus atos, em nome da democracia e da civilização.

Mas não são só ladrões, achacadores, delatores, traidores e fraudadores que estão caídos como cachorros mortos: o Brasil está no chão, vítima da arrogância, da indecência e da irresponsabilidade dessa gentalha que se crê uma casta privilegiada e se esconde atrás de partidos e da boa-fé popular para fazer o que bem entende na certeza da eterna impunidade.
Leia Mais »

‘Paraná terá R$ 1 bilhão para rodovias’

jose-richa-filho2

“Temos obras de melhorias das rodovias em todo o Paraná”, diz José Richa Filho

O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho, adianta nesta entrevista que as chuvas que atingiram o Estado no primeiro semestre, principalmente nos primeiros quatro meses do ano, comprometeram as rodovias estaduais e obrigaram ao DER a criar um plano emergencial de R$ 100 milhões para recompor o asfalto, reconstruir pontes ou recuperar aterros. “As equipes de manutenção do DER reforçaram ações em todo o Paraná”.

Segundo Richa Filho, o Paraná é o segundo estado que mais investe em manutenção de rodovias. “O governador Beto Richa determinou a criação de um programa ainda no segundo semestre, com R$ 1 bilhão, para a manutenção e conservação de rodovias no período de quatro anos. É o maior investimento público neste sentido, ainda mais em uma época de crise, pela qual passa o Brasil”, disse.
Leia Mais »

Paraná terá oito
novos shoppings

shopping-catuí

Crise? Que crise? Nos próximos dois anos, oito shoppings centers serão inaugurados ou serão construídos no Paraná. Ainda que o cenário econômico desfavorável tenha atrasado alguns empreendimentos, os empresários mantêm os projetos em diversas cidades. Dos oitos shoppings previstos, três são do Grupo Tacla: Jockey Plaza Shopping Center (Curitiba), Palladium Umuarama (Umuarama) e o City Center Outlet (Campo Largo). Os outros cinco são: Estação Mall (Paranaguá), Shopping Cidade dos Lagos (Guarapuava), Shopping Atuba e ParkShopping Boulevard (Curitiba) e Shopping Catuaí (Cascavel)

(foto: shopping Catuaí em Cascavel)

Ministério da Saúde libera mais R$ 66 milhões para o Paraná

SUS

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou que o Ministério está liberando R$ 66 milhões em emendas individuais de parlamentares paranaenses. Os recursos serão utilizados para custeio e investimentos em todas as regiões do Estado. As emendas estavam prontas serem pagas e aguardavam apenas a liberação da área financeira. Outras emendas serão pagas depois do período eleitoral, de acordo com a legislação.

(foto: Ministério da Saúde)

Lava Jato condena dono da UTC a 8 anos de prisão

15362423

Delator da Operação Lava Jato e investigado em suas fases iniciais, o empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, foi condenado a 8 anos e 2 meses de prisão por corrupção e participação em organização criminosa nesta quinta-feira (23).

Esta é a primeira sentença de Pessoa, que fez acordo de colaboração em maio do ano passado e foi um dos primeiros empresários a admitir o pagamento de vantagens indevidas em obras da Petrobras. As informações são da Folha de S. Paulo.
Leia Mais »

Lula escapa de Moro

lula

O ministro Teori Zavascki justifica a decisão apontando que “Tais fatos não possuem relação de pertinência imediata com as demais investigações relacionadas às fraudes no âmbito da Petrobrás.”

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, decidiu enviar para a Justiça de Brasília a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suposta participação na tentativa de impedir a colaboração premiada do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró.

Na peça, Teori sustenta que o caso não tem conexão direta com a Lava Jato e, por isso, não precisaria ser enviado para a 13ª Vara Federal de Curitiba. A decisão contraria um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que queria que o caso ficasse sob os cuidados do juiz Sérgio Moro. As informações são do Estadão.
Leia Mais »

Temer confirma
visita ao Paraná

temer-richa

O presidente Michel Temer aceitou o convite do governador Beto Richa e confirmou a visita ao Paraná na próxima terça-feira, 28. Temer e Richa vão participar da inauguração da fábrica da Klabin em Ortigueira nos Campos Gerais. A unidade da Klabin é o maior investimento privado, na ordem de R$ 8,5 bilhões, na história do Paraná.

(foto: Beto Barata/PR)

Ex-tesoureiro do PT
se entrega à Justiça

paulo-ferreira-SERGIO-CASTRO-AE-525x350

O ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira (foto) se entregou na tarde desta sexta-feira, 24, à Justiça Federal em São Paulo. Paulo Ferreira teve prisão preventiva decretada pelo juiz federal Paulo Bueno de Azevedo, da 6ª Vara Federal, na capital paulista, na Operação Custo Brasil, desdobramento da Lava Jato. As informações são de Fausto Macedo no Estadão.
Leia Mais »

A que ponto chegou o PT

gleisi-e-paulo-bernardo (1)

Ricardo Noblat

Partido roubou R$ 100 milhões do salário de servidores públicos.

Por obra e graça da Lava-Jato, saem de cena, por ora pelo menos, o PMDB e suas falcatruas. Entram novamente o PT e a corrupção nos governos Lula e Dilma.

O presidente interino Michel Temer agradece comovido.

Ele não poderia ter ganhado presente melhor a dois meses do desfecho no Senado do processo de impeachment da presidente afastada.
Leia Mais »

Francischini quer ouvir Gleisi e Paulo Bernardo

francischi-gleisi-paulo

“Queremos saber como esse dinheiro era desviado e informações sobre os milhões em contratos que essa empresa, a Consist, tinha em vários ministérios do governo petista”, disse Francischini.

Fernando Francischini (SD-PR) apresentou dois requerimentos na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados para ouvir a senadora Gleisi Hoffman (PT/PR); os ex-ministros Paulo Bernardo e Carlos Gabas; e o ex-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, para que prestem esclarecimentos sobre os esquemas de propinas que desencadeou a Operação Custo Brasil, deflagrada nessa quinta-feira (23) pela Polícia Federal.
Leia Mais »

No Miami Herald, Ricardo Barros afirma baixo risco de Zika

Miami_herald

O ministro da Saúde garantiu que “A circulação do vírus Zika não vai nos impedir de termos um evento seguro e inesquecível para atletas, participantes e espectadores”.

Em artigo publicado no Miami Herald, um dos principais jornais dos Estados Unidos, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, reforça o risco mínimo de transmissão do vírus Zika durante as Olimpíadas e chama os turistas para comparecer ao evento.

No texto com o título “Venha para as Olimpíadas no Brasil – Zika está sob controle”, o ministro afirma que o sistema brasileiro está preparado com monitoramento 24 horas por dia e com medidas preventivas e de combate ao Aedes aegypti.
Leia Mais »

Quem será o próximo?

Lauro Jardim

Como nas últimas semanas, a Lava-Jato só estourava em cima do atual governo, com força para derrubar três ministros de Michel Temer, a frase que mais se ouvia no PT era: “Quem será o próximo?”. A pergunta era feita com uma alegria incontida. Até que ontem veio a Operação Custo Brasil e acabou com a alegria da turma.

Paulo Bernardo se
diverte ao ser preso

paulo-bernardo-preso

“É obrigatório ter um japonês na equipe?”, perguntou o ex-ministro aos policiais

Vera Magalhães, Veja

O ex-ministro Paulo Bernardo reagiu com relativo bom-humor à prisão preventiva nesta quinta-feira. Talvez porque já esperasse a medida.

Como havia um nipônico no grupo de policiais que foi efetivar a prisão, no apartamento funcional do Senado em que ele mora com a mulher, Gleisi Hoffmann, e os filhos, Bernardo não perdeu a chance de fazer referência a Newton Ishii, o “japonês da Federal”, que agora também está preso.
Leia Mais »

Nestor Cerveró deixa carceragem da PF

nestor-cervero-depoimento

O ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, que estava detido desde 2015 pela Lava Jato, deixou a carceragem da Polícia Federal PF nesta sexta-feira, 24. Passará a cumprir prisão domiciliar após o acordo de delação premiada firmado com o Ministério Público Federal (MPF) e homologado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Lava Jato, Teori Zavascki. Com informações do G1 Paraná.
Leia Mais »

Copel é eleita a melhor distribuidora do Brasil

A Copel foi eleita pelo terceiro ano consecutivo a melhor distribuidora de energia do Brasil na opinião dos consumidores – é também a quinta vez nos últimos seis anos que a empresa recebe a premiação. A divulgação foi feita em Brasília, nesta quarta-feira (22), durante a cerimônia de entrega do 18º Prêmio da Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia (Abradee). Além do prêmio na avaliação pelo cliente, a Companhia também foi reconhecida como a melhor distribuidora da Região Sul. A conquista vem um dia depois da Copel reduzir sua tarifa residencial em 14,3%.
Leia Mais »

Propina de Correios irrigou Gleisi, diz Chambinho

gleisi

Vera Magalhães, Veja

A Operação Custo Brasil, deflagrada nesta quinta-feira e que resultou na prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, não atingiu sua mulher, Gleisi Hoffmann, mas a senadora petista não escapará de responder a acusações igualmente complicadas. Isso porque a origem da operação, a delação premiada do ex-vereador do PT Alexandre Romano, o Chambinho, atinge Gleisi em cheio.

Além do contrato da empresas Consist para operar crédito consignado do Ministério do Planejamento, que teve parte da propina destinada ao advogado eleitoral da senadora, Chambinho afirmou que outro contrato fraudulento, desta vez com os Correios, irrigou o caixa dois na campanha de Gleisi.
Leia Mais »