Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos. - Part 2

Inadimplentes chegam a 58,7 milhões, diz pesquisa

inadimplentes

O total de inadimplentes no país atingiu 58,5 milhões, em novembro último, o equivalente a 39% da população adulta brasileira. Esse número é 0,69% maior do que em novembro do ano passado, representando a entrada de um milhão de pessoas no período de um ano na lista de negativados. Apesar de elevada, a lista recebeu menos devedores do que entre 2014 e 2015, quando foram incorporadas dois milhões de pessoas. As informações são do Massa News.
Leia Mais »

Odebrecht delata caixa 2 em dinheiro vivo para Alckmin

alckmin

A Odebrecht afirmou no acordo de delação premiada com a Operação Lava Jato que realizou pagamento de caixa dois, em dinheiro vivo, para as campanhas de 2010 e 2014 do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Executivos da empreiteira mencionam duas pessoas próximas ao governador como intermediárias dos repasses e afirmam que não chegaram a discutir o assunto diretamente com Alckmin. As informações são da Folha de S. Paulo.
Leia Mais »

A correção necessária

Editorial, Estadão

Por 6 votos a 3, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado, impedindo-o, no entanto, de assumir a Presidência da República em caso de substituição ou vacância. Ao decidir desta forma, a Corte acolheu apenas parcialmente a liminar dada pelo ministro Marco Aurélio Mello na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) interposta pela Rede Sustentabilidade.

A decisão monocrática tomada por Marco Aurélio colocou o STF em uma enrascada. Sua liminar atabalhoada – para dizer o mínimo – obrigou o colegiado a decidir por um entre dois caminhos igualmente desgastantes para a instituição máxima do Poder Judiciário. A decisão mais fácil, sob o estrito ponto de vista da Corte, seria o plenário referendar na íntegra a esdrúxula liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio na segunda-feira passada e manter a destituição de Renan Calheiros da presidência do Senado. Caso assim decidisse, o Supremo satisfaria grande parte da opinião pública – “Fora, Renan” foi um dos principais motes das manifestações ocorridas no último domingo –, tornaria a Corte popular ante o imbróglio institucional em que o País foi metido e ainda evitaria a construção da imagem de um tribunal fraco e desmoralizado, uma Suprema Corte que se ajoelha diante da petulância de um autocrata. Mas isso significaria corroborar um absurdo.
Leia Mais »

Muro de Brasília

“Nem coxinha, nem mortadela. Somos todos pamonhas.”

Pessuti contesta
decisão do TCE

Posse

O ex-governador Orlando Pessuti contestou nesta sexta-feira, 9, a decisão do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e afirmou que decreto que assinou em 2010 garantiu as progressões e promoções previstas em lei e eram direitos de servidores atendidos pela medida. “Não se trata de aumento de despesa com pessoal pois tais despesas, destinadas ao pagamento das progressões e promoções, já estavam previstas em lei desde 2002, e tinham previsão orçamentária para tanto”, diz Pessuti em nota à imprensa.

“Além do que, ao contrário do que a matéria diz, o decreto 7774/10 foi convalidado em 2012, afastando qualquer dúvida quanto a sua validade”, completa Pessuti sobre a decisão do TCE de 8 de dezembro que opinou pela restituição de R$ 3,1 milhões aos cofres públicos sobre o decreto que promoveu salários de servidores.
Leia Mais »

Gleisi perde ação e vai pagar R$ 174 mil para Michele Caputo

unnamed
A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) perdeu o recurso no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e vai ter que pagar R$ 173.905, 85 ao secretário de Saúde do Paraná. Michele Caputo Neto. A decisão, em caráter definitivo, é resultado da ação movida por Michele Caputo contra a senadora em 2008. Na época, a petista através de blog pessoal (Blog da Gleisi) acusou Michele Caputo de ser o “maior operador de sacanagem do PSDB do Paraná” e também fez trocadilho maldoso com o sobrenome do secretário.

Em 11 de agosto de 2009, a 8ª vara cível de Curitiba acatou a ação de Michele Caputo e condenou Gleisi a pagar R$ 5 mil por danos morais e ato difamatório na internet. Gleisi recorreu ainda na justiça de Curitiba e o juízo reformou a sentença condenando a pagar R$ 50 mil para Michele Caputo.

A petista, através do advogado Guilherme Gonçalves, continuou recorrendo da decisão em instâncias superiores e ação foi parar no STJ. O relator do agravo e recurso especial, ministro Paulo de Tarso Sanseverino, negou provimento ao pedido a senadora e o tribunal, por unanimidade, condenou Gleisi a pagar a multa pecuniária no valor de R$ 50 mil, acrescidos de juros e correções, o que resulta no valor de R$ 173.905,85, segundo cálculos do próprio STJ.

Leia Mais »

Novo programa terá 750 milhões em crédito para microempresas

afif-domingos

Em mais uma frente para tentar fazer a economia reagir, o governo lançará, em janeiro, um novo programa de Microcrédito Produtivo Orientado. Para amenizar a crise entre os pequenos empresários, o limite do faturamento das empresas que podem pegar esse dinheiro subirá de R$ 120 mil para R$ 360 mil. Os recursos serão repassados pelo Banco do Brasil e destinados a capital de giro. No entanto, o governo já espera que o empresariado faça esse tipo de operação para quitar dívidas mais caras e ter alívio no caixa durante a atual recessão.
Leia Mais »

Prefeita de Cornélio Procópio renuncia ao cargo

aurora-fumie-doi

A prefeita de Cornélio Procópio, Aurora Fumie Doi (PDT), renunciou nesta quinta-feira, 8, em carta entregue à presidente da Câmara de Vereadores, Angélica Mello (PSB). Aurora afirma ter “certeza do dever cumprido como vice-prefeita e prefeita e considera que existe o entendimento que a transição de governo fortalece o processo democrático e da transparência”. Em outubro, Aurora disputou a prefeitira e fez 7.579 votos. Ela perdeu a eleição para o tucano Amin José Hannouche, que obteve 14.245 votos, e assume a prefeitura a partir de 1º de janeiro de 2017. As informações são de Fernanda Circhia na Folha de Londrina.
Leia Mais »

Bradesco enriquece
R$ 337 bi em um ano

Radar on-line, Veja

A crise brasileira passa longe do setor bancário. O Bradesco viu seus ativos saltarem 38% entre setembro de 2015 e setembro de 2016, a maior valorização de ativos entre os bancos latino-americanos. É o que mostra estudo feito pela consultoria Economática.

Em setembro de 2015, o ativo total do banco era de 893 bilhões de reais, passando para 1,2 trilhão de reais agora. Um salto de módicos 337 bilhões.

De olho em 2018, tucanos mergulham de cabeça no governo Temer

fhc_aecio

O Globo

Num momento de raro entendimento entre os tucanos, a indicação de Antonio Imbassahy para o núcleo do governo teve o aval das três principais forças do partido: o presidente do PSDB, Aécio Neves, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ministro das Relações Exteriores, José Serra. Com a saída de Imbassahy da Câmara, o deputado Jutahy Júnior (BA), ligado a Serra, deverá ser indicado líder da bancada tucana. Em contrapartida, Serra demonstrou apoiar a permanência de Aécio no comando do partido.

Leia Mais »

Na ponta do lápis

Painel, Folha de S. Paulo

O cronograma otimista do governo só prevê a aprovação da reforma da Previdência na Câmara no fim do primeiro semestre de 2017. O Planalto avalia que, dada a sensibilidade do tema, não tem condições de “tratorar” o Legislativo. Em um cenário sem novos percalços, quer votar o relatório inicial e instalar a comissão especial até o fim do ano. Depois, seriam cerca de 30 sessões para que o texto chegasse ao plenário no fim de maio e seguisse da Casa para o Senado apenas no meio de junho.

Brasil e Argentina, amizade para o futuro

serra-e-susana

José Serra e Suzana Malcorra

Celebramos neste 2016 os 30 anos da Ata para a Integração Argentino-Brasileira, assinada em 29 de julho de 1986, que estabeleceu o Programa de Integração e Cooperação Econômica. Em 10 de dezembro do mesmo ano, assinou-se a Ata de Amizade Brasileiro-Argentina.

Com esses atos, nossas nações consolidaram ousado movimento rumo à integração. Ousado porque criou as bases para o Mercosul, uma iniciativa inédita entre os países do Cone Sul, e pôs fim a décadas de rivalidade estéril.

Leia Mais »

Erasto Gaertner apresenta sistema cirúrgico robótico

richa_erasto

O governador Beto Richa participou nesta quinta-feira (8) da inauguração do sistema cirúrgico robótico do Hospital Erasto Gaertner, de Curitiba, que é referência nacional em pesquisa e tratamento do câncer. O robô cirurgião, denominado Da Vinci, realiza cirurgias complexas através de procedimentos minimamente invasivos, com menos risco e mais conforto para os pacientes.

O Erasto é o único hospital do Paraná e de Santa Catarina e um dos poucos do Brasil com este sistema tecnológico disponível para pacientes do SUS. O aparelho começa a funcionar já nas próximas semanas e seja utilizado em 80 a 100 cirurgias ao longo de 2017. O sistema robótico será utilizado nas cirurgias urológicas, ginecológicas e de pescoço e cabeça.

Leia Mais »

‘Estou satisfeito por sair bem na foto’, diz Marco Aurélio

1206-marco-aurelio-mello

Relator da ação para afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello disse à Folha estar convicto de suas decisões sobre o caso.

Ele foi voto vencido no julgamento que determinou a permanência de Renan no cargo, mas sem a possibilidade de suceder o presidente da República em caso de vacância do Palácio do Planalto.

“Estou convicto que não errei”, disse Marco Aurélio. “Atuei com minha convicção”, afirmou. E acrescentou: “Estou satisfeito por sair bem na foto”. As informações são da Folha de S. Paulo.
Leia Mais »

Após desafiar STF, Renan diz que decisão judicial ‘é para se cumprir’

renan-jose-cruz-abr

Depois de desafiar uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) nesta semana, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quinta-feira (8), que decisão da Suprema Corte “é para se cumprir”.

“Decisão do STF fala por si só. Não dá pra comentar judicial. Decisão judicial do Supremo Tribunal Federal é para se cumprir”, disse Renan nesta quinta. As informações são da Folha de S. Paulo.
Leia Mais »

Sabedoria brasileira

“Manda quem pode, desobedece quem tem juízes. ”

Fernando Matos, no twitter

‘Financial Times’ elege Dilma uma das ‘Mulheres do Ano’

dilma_rousseff

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT), afastada do cargo em agosto após processo de impeachment, foi eleita uma das mulheres do ano pelo jornal britânico Financial Times (FT). Ao lado dela, aparecem também a primeira-ministra britânica, Theresa May, a ginasta norte-americana Simone Biles, considerada a maior de todos os tempos, a escritora e apresentadora de TV britânica do ramo de culinária Mary Berry, e a gerente de campanha do presidente eleito dos Estados Unidos Donald Trump, Kellyanne Conway, entre outras. As informações são do Estadão.
Leia Mais »

Clóvis Costa recebe maioria dos votos, mas eleição de ouvidor de Curitiba fica para 2017

eleitos_-_cc_952a9804

O advogado Clóvis Costa, atual Ouvidor de Curitiba, recebeu a maioria dos votos, mas a eleição para o cargo ficará para a próxima legislatura conforme decisão de agora há pouco da Câmara de Vereadores. Clóvis Costa recebeu 16 votos, o advogado Maurício Arruda, 12, e advogado Gustavo Athayde, dois votos. Para ser efetivado ao cargo, o novo ouvidor precisa de 20 votos entre os 38 vereadores.
Leia Mais »

Paraná reduz desigualdade entre
2009 e 2014

image3

A desigualdade social está caindo no Paraná, segundo indicadores do Ipea/Pnad/IBGE. Os dados apontam que a população mais pobre ampliou a participação na renda do Estado, enquanto a dos mais ricos vem declinando. De 2009 a 2014, a renda domiciliar das classes C, D e E do Paraná subiu de 18,13% para 20,80%. E parcela do estrato mais rico (equivalente a 1%) caiu de 9,81% para 8,67%, no mesmo período.
Leia Mais »

TCE condena ex-governador Pessuti a devolver R$ 3 mihões

Do Bem Paraná

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregular um decreto assinado em 2010 pelo então governador Orlando Pessuti (PMDB) que concedeu progressão por tempo de serviço a servidores estaduais sem previsão legal e em período proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscale pela legislação eleitoral . Em função disso, Pessuti, o ex-procurador-geral do Estado Marco Antônio Lima Berberi e os ex-secretários estaduais Maria Marta Renner Weber Lunardon (Administração e Previdência) e Ney Amilton Caldas Ferreira (Casa Civil) foram condenados a devolver R$ 3,1 milhões aos cofres do Estado.

Além da devolução, que se refere ao montante integral gasto pelo governo estadual em função do acréscimo ilegal de despesa de pessoal e cujo valor exato será calculado após a conclusão do julgamento do processo, os responsáveis foram multados no valor total de R$ 2.361.457,98. Pessuti recebeu a multa proporcional ao dano, fixada em 30%, de R$ 939.940,06 e outras duas de R$ 1.450,98, somando de R$ 942.842,02. Berberi, Caldas e Maria Marta Lunardon receberam, individualmente, a multa proporcional ao dano, fixada em 15%, de R$ 469.970,03 e outras duas de R$ 1.450,98, somando de R$ 472.871,99 para cada um.
Leia Mais »