Fábio Campana | Política, cultura e o poder por trás dos panos. - Part 2

PF indicia Temer e outros 10 por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Após 13 meses de investigação, a Polícia Federal ( PF ) finalizou o inquérito que apurava se o presidente Michel Temer e seu grupo político receberam propina em troca de beneficiar indevidamente empresas do setor portuário. No relatório final, a PF indiciou o atual presidente e sua filha Maristela por corrupção passiva , lavagem de dinheiro e organização criminosa , além de outros acusados. As informações são d’O Globo.

O relatório final afirma que Temer usou empresas do coronel reformado da PM João Baptista Lima, amigo do presidente de longa data, para receber propina da empresa Rodrimar por meio de uma complexa engenharia financeira envolvendo repasses a empresa de fachada ligada ao coronel. A PF aponta ainda crimes em pagamentos feitos pelo grupo Libra. Ambas as empresas são concessionárias de áreas do porto de Santos, reduto de influência política do emedebista.

Leia Mais »

Haddad abre mão de aborto para atrair evangélicos

Fernando Haddad está fazendo uma cartinha de compromissos para tentar atrair o voto dos evangélicos, depois de chamar Edir Macedo de “charlatão fundamentalista”.

Haddad promete, caso eleito, não enviar à Câmara nenhum projeto para legalizar o aborto, diz o Globo.

Cida anuncia nova secretária da Família e Desenvolvimento Social

A governadora Cida Borghetti anunciou nesta terça-feira (16), durante reunião com o secretariado no Palácio Iguaçu, Nádia Oliveira de Moura como a nova secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social.

“Trouxemos para equipe uma pessoa com muita experiência, que vai dar sequência ao bom trabalho que o governo estadual faz na área social. Nádia dará grande contribuição para que possamos seguir levando programas e projetos de qualidade para as pessoas que mais necessitam do apoio do Estado”, destacou a governadora.

A nova secretária atuava na Prefeitura de Londrina, onde era responsável pela pasta municipal de Assistência Social, da Mulher e do Idoso, desde janeiro de 2017. Nádia diz que ficou surpresa ao receber o convite da governadora, mas que recebeu o desafio com responsabilidade e alegria.

Leia Mais »

Onyx Lorenzoni: colostomia justifica Bolsonaro fora dos debates

Jornal do Brasil

O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), um dos principais aliados do candidato Jair Bolsonaro (PSL) e cotado para assumir a Casa Civil em eventual vitória, reafirmou que o presidenciável não participará de debates no segundo turno das eleições 2018 com o presidenciável Fernando Haddad, do PT, e atribuiu a decisão às condições de saúde do deputado.

Sem meias palavras, Lorenzoni disse que uma pessoa que passa por uma colostomia “peida e fede”. Bolsonaro passou pelo procedimento cirúrgico após ter levado uma facada em um evento de campanha em setembro. Nesse caso, o paciente tem o seu intestino grosso exteriorizado e acoplada ao paciente.

“Ele não deve ir. Alguém que está há três anos e meio dizendo suas ideias, suas propostas, caminhando pelo Brasil, indo a lugares que vocês (em referência aos jornalistas) não vão, mas ele foi, conquistou tudo que ele conquistou, ele tem que dizer mais o que?”, afirmou Lorenzoni.

Leia Mais »

Cida Borghetti assegura uma transição transparente e harmônica

A governadora Cida Borghetti anunciou que vai editar um decreto para o processo de transição do Governo do Paraná. Ela ressalta que a medida organiza as atividades e assegura total transparência nas informações. “O decreto estabelecerá um processo transparente e harmônico”, afirmou Cida em reunião com a equipe de governo, nesta terça-feira (16), no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

O documento está sendo elaborado pela Casa Civil e seguirá o modelo utilizado pelo Governo Federal. Até então as transições eram organizadas de acordo com cada governador. “A equipe de nosso governo será totalmente colaborativa”, assegurou a governadora, que agradeceu o empenho de toda a equipe e pediu agilidade na execução de projetos ainda em andamento.

Leia Mais »

‘Ministério de Bolsonaro não pode ter fanfarrões’, diz Caiado

Governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), diz que o possível futuro ministério de Jair Bolsonaro (PSL) não pode “ter fanfarrões”. “A formação do governo será o grande desafio. Ele deve obedecer aos critérios de competência e honestidade”, afirma, pouco depois de se encontrar com o presidenciável. Entrevista para Marcelo Godoy no Estadão.

Caminhamos para um segundo turno com o país conflagrado. Qual o seu papel, como governador eleito?
A sociedade nos deu uma mensagem de esperança. Eu sei o que é cobrado pela sociedade. Ela se cansou, esse ciclo chegou ao fim. Vamos, em Goiás, todos votar no Bolsonaro. Ele precisa ter independência para construir seu governo. Ninguém é obrigado a ser especialista em todas as áreas. É preciso escolher o ministério com base em critérios de honestidade e competência. Não pode ter fanfarrão. A formação do governo é o grande desafio.

Leia Mais »

Cida reforça importância de nova ponte entre Brasil e Paraguai

A governadora Cida Borghetti reforçou ao presidente Michel Temer a importância e a necessidade da construção da segunda ponte em Foz do Iguaçu, ligando Brasil e Paraguai. “Gostaria que o presidente acompanhasse de perto as tratativas para a construção dessa segunda ponte que ligará Foz do Iguaçu ao Paraguai. É uma obra esperada há mais de 40 anos. Esse é um assunto tratado com muita atenção pelo nosso governo e, tenho certeza, que o apoio do presidente para esta obra deixaria um grande legado em sua história”, disse Cida Borghetti nesta terça-feira, 16, durante encontro na ACP (Associação Comercial do Paraná) em Curitiba.

Leia Mais »

Decreto autoriza colégio
da PM em Cascavel

Na última quinta-feira (11) foi assinado, pela governadora Cida Borghetti, o decreto que autoriza a criação do colégio da Política Militar em Cascavel. Maringá e Cornélio Procópio também receberam autorização para implantação do colégio. A direção das escolas será feita pela Polícia Militar e a gestão pedagógica administrada pela Secretaria de Estado da Educação.

As tratativas foram iniciadas em 2017 pelo governador eleito Ratinho Junior em parceria com o deputado federal Evandro Roman (PSD-PR). O resultado do projeto é transformar o Centro Nacional de Treinamento de Atletismo de Cascavel em um complexo com o colégio da PM-PR administrado pela Polícia Militar.

Para o deputado federal Evandro Roman (PSD-PR) o decreto representa uma conquista. “Um passo muito importante para a qualidade do ensino de Cascavel e um sonho realizado. Estou envolvido desde a concepção do centro de treinamento, que agora vai contar com a confiança da instituição Polícia Militar e sua capacidade de gerir um projeto desse porte, que envolve o futuro de alunos e atletas da nossa região”, destacou Roman.

Leia Mais »

Os programas sobre cobrança de impostos

As propostas dos dois candidatos sobre a cobrança de impostos no Brasil:
Fernando Haddad:
Isentar o Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF) de quem ganha até cinco salários mínimos;
Aumento das alíquotas no IRPF para os “super ricos”;
Criar um imposto sobre lucros e dividendos;
Simplificar o sistema tributário com o Imposto de Valor Agregado (IVA), que substitui cinco impostos e contribuições (ICMS, IPI, ISS, PIS e Cofins);
Mudar a legislação tributária dos bancos para taxar o spread bancário, que é a diferença entre juros pagos a quem empresta dinheiro ao banco e por quem usa serviços de crédito.

Jair Bolsonaro:
Redução gradativa da carga tributária bruta, em paralelo à economia de despesas do governo criada por controle de gastos, programas de desburocratização e privatização;
Simplificação e unificação de tributos federais;
Descentralização e municipalização de tributos;
Introdução de mecanismos capazes de criar um sistema de imposto de renda negativo, na direção de uma renda mínima universal.

Ratinho Jr no Rio, com Bolsonaro

Amanhã à tarde, Ratinho Jr, o governador eleito, estará no Rio de Janeiro para uma reunião com Jair Bolsonaro, o presidenciável do PSL que lidera todas as pesquisas de op9inião. Ratinho Jr vai coordenar a campanha de Bolsonaro no Paraná. Logo depois da apuração que confirmou a eleição de Ratinho, no dia 7, ele recebeu uma ligação de Bolsonaro que o cumprimentou e afirmou que, se eleito, fará tudo ao seu alcance para atender as postulações do novo governo.

O pai de Ratinho Jr, o apresentador Ratinho, já declarou seu apoaio a Bolsonaro em vídeo que circulou nas redes sociais. Os assessores de comunicação de Ratinho Jr acreditam que o seu apoio vai ampliar ainda mais a distância de Bolsonaro sobre Haddad, o candidato do PT.

Aprovado projeto de Ney Leprevost sobre riscos do consumo de sódio


Foi aprovado em primeira discussão, na Assembleia Legislativa, o projeto
de lei de autoria do deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da
Saúde e Cidadania, que institui o “Programa de Conscientização dos
Riscos do Consumo Excessivo de Sódio”.

De acordo com médicos especialistas, a redução do consumo de sódio ajudaria na diminuição de doenças crônicas, como hipertensão arterial e
doenças cardiovasculares. No Brasil, 315 mil pessoas perdem a vida,todos os anos, em decorrência de doenças cardiovasculares, que têm a
hipertensão como um dos principais fatores de risco. Estima-se que a diminuição do consumo de 5 gramas diárias de sal significaria uma queda de 6% a 14% na mortalidade por derrame e queda de 4% a 9% na mortalidade por infarto.

Leia Mais »

Já ir se acostumando

Vera Magalhães, O Estado de S. Paulo,

O slogan martelado por apoiadores de Bolsonaro é um bom ponto de partida para ele

Um dos resumos mais fiéis da maneira como parte dos eleitores de Jair Bolsonaro se relacionam com o candidato, a imprensa, a Justiça, os adversários do deputado e até amigos que não comungam da sua fé é o martelado slogan “é melhor JAIR se acostumando”. […] As pesquisas parecem indicar que eles estão certos no diagnóstico: tudo indica que Bolsonaro será o próximo presidente do Brasil. Nesse aspecto, portanto, é melhor ao País já ir se preparando para o que será seu governo.
E, para isso, seria importante o candidato já ir falando o que pretende fazer caso eleito em questões que realmente dizem respeito às atribuições de um presidente; já ir se dispondo a debater com seu adversário, que foi colocado no segundo turno por uma parcela do eleitorado que ele também terá de governar caso eleito, já ir amansando seus radicais e já ir entendendo que instituições como imprensa e Justiça Eleitoral não são inimigos a serem evitados ou descredenciados, mas pilares importantes da sociedade.

Assim como Bolsonaro e bolsonarianos se voltam a todos aqueles que não vivem da adoração ao mito e dizem que é melhor já ir se acostumando a ele, a democracia pressupõe a possibilidade de resposta: deputado, o senhor precisa já ir se familiarizando aos ritos, às demandas urgentes e aos freios e contrapesos que ditarão, tendo como base as estritas normas da Constituição e apenas elas, o que o senhor deverá e poderá fazer depois que subir a rampa do Palácio do Planalto. Leia Mais »

Luiz Abi continua no Líbano

Luiz Abi Antoun está no Líbano. Ainda. Semana passada ele foi ao médico e descobriu que estava com “dispneia, tosse e febre”, “hipoxemia de 90%”, “chiado difuso” e “enfisema apical”, o que impossibilitava sua volta ao Brasil. Na comunicação com a Justiça disse que provavelmente estaria aqui ontem para audiência no caso Publicano.
Parece que o quadro não mudou – e não há tendência de grandes modificações a curto prazo. Autoridades brasileiras receberam novo atestado médico a informar que Abi ainda não pode viajar para o Brasil e que permanecerá longe, muito longe, da Justiça brasileira.

(Foto: Marcos Zanutto/Folha de Londrina/Reprodução)

Bandeira inspirada no nazismo é exibida em manifestação pró-Bolsonaro

Matéria do Congresso em Foco informa que um símbolo adotado por extremistas nos Estados Unidos foi reconhecido e registrado em manifestação de apoiadores de Jair Bolsonaro, no último domingo (14). O símbolo do reino imaginário “Kekistan”, que surgiu em fóruns na internet, passou a integrar manifestações da extrema-direita especialmente depois da ascensão de Donald Trump à Casa Branca.
A bandeira foi erguida em manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo, ao lado de apoiadores de Bolsonaro. É a primeira vez que a bandeira é detectada e fotografada em uma manifestação brasileira.
Desde as manifestações de um grupo de radicais em Charlottesville (Virgínia-EUA), em agosto do ano passado, a bandeira é vista em reuniões dos grupos da extrema-direita norte-americana.

Ibope: as fatias da pesquisa

A pesquisa do *Ibope divulgada ontem trouxe também algumas ramificações sobre a intenção de votos.
Jair Bolsonaro lidera em todas as regiões do Brasil, com exceção do Nordeste. No Sul, no Sudeste e no Norte/Centro-Oeste, ele teria, respectivamente, 69%, 67%, e 64% dos votos válidos se a eleição fosse hoje.
Já o eleitorado nordestino daria a Fernando Haddad 63%, contra 37% para o adversário.
O apoio a Bolsonaro é concentrado entre os evangélicos (74%), brancos (68%) e com renda mais alta.
O público católico se divide entre 53% para Bolsonaro e 47% para Haddad, mesmo percentual no eleitorado que se declara negro ou pardo.
Público feminino: Bolsonaro tem 54% contra 46% de Haddad.
Público masculino: Bolsonaro, 64% contra 36% de Haddad.
Na faixa de renda de até um salário mínimo, o candidato do PT lidera por 58% a 42%, perde em todas as outras.
A maior vantagem de Bolsonaro (72% contra 28% de Haddad) está na faixa de quem ganha mais de cinco salários mínimos.  Leia Mais »

A cobiça pela Anatel

A Anatel tem um novo candidato para ocupar a cadeira de presidente: Moisés Moreira. Ainda não rolou a sabatina do Senado, que é mais um protocolo que qualquer outra coisa, e Moreira já está em contato com os comandantes de operadoras de telefonia.
Embora a Agência Nacional de Telecomunicações não embarque no noticiário com destaque, o cargo em questão é bastante cobiçado porque o futuro presidente terá a caneta para decidir sobre para onde irá encaminhar verba de R$ 1 bilhão de um fundo criado para gerir recursos arrecadados em leilões.
Muita gente entrou na fila pelo recurso,  o pessoal da radiodifusão se esforça em articulações porque quer ficar com a grana para financiar a troca das retransmissoras de televisão.

#LulaTaPresoBabaca lidera trending topics no Brasil

Expresso,
A hashtag #LulaTaPresoBabaca lidera o trending topics do Twitter no Brasil na manhã desta terça-feira (16). A frase foi dita pelo senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) durante ato do PT na segunda-feira (15) no Ceará. Cid disse que o PT precisava ter humildade para reconhecer as “besteiras” que cometeu e que perderá “feio” as eleições. Quando a plateia começou a gritar o nome do ex-presidente Lula, Cid afirmou: “Lula tá preso, babaca. E vai fazer o quê?”.
Memes sobre a frase de Cid também pipocam nas redes sociais e no Whatsapp.

A História avaliará a todos nós, diz Gleisi

“Nós fizemos uma disputa eleitoral e política legítima. Articulamos a favor de nossa candidatura, dentro das regras do jogo. Estamos no segundo turno por mérito, por votos conquistados. Se o PT não estivesse no segundo turno, apoiaria o adversário do deputado Bolsonaro, porque ele não vai promover a democracia no País. Esperávamos que isso fosse um movimento natural e estou vendo que não é. Adiante, a História avaliará a todos nós”.
Gleisi Hoffmann, lamentando a falta de apoio à candidatura de Haddad, Vicente Ferreira, completou que além da História, a Justiça também avaliará os passos do PT e outros partidos envolvidos em maracutaias.

(Foto: AFP)

PF indicia Abílio Diniz na Operação Carne Fraca

O empresário Abilio Diniz foi indiciado por estelionato, organização criminosa, falsidade ideológica e crime contra saúde pública no âmbito da Operação Trapaça, terceira fase da Operação Carne Fraca. Junto com ele, outras 42 pessoas.
O relatório do processo foi baseado na análise de conversas pelo aplicativo WhatsApp e trocas de email-s entre os envolvidos.
Segundo o documento, Abílio Diniz e Pedro Faria, presidente da BRF, “pela posição hieráquica que ostentavam no quadro corporativo do Grupo, possuíam plena capacidade de orientar os círculos sob sua subordinação a tomar as medidas técnicas e eficazes, em âmbito sanitário, para que se determinasse a causa-raiz da contaminação química dos produtos destinados ao consumo e a regularização do processo industrial”.
O Ministério Público Federal decidirá se aceitará o relatório para oferecer denúncia ou arquivar o processo.

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Gleisi cai nas mãos de Cármen Lúcia

Radar,
Gleisi Hoffmann deve se preparar para o pior.
Cármen Lúcia herdou de Dias Toffoli a relatoria do inquérito que investiga o desvio de 100 milhões de reais do Ministério do Planejamento durante a gestão Paulo Bernardo. Para a Polícia Federal, ele e Gleisi embolsaram uma parte da grana.
Não há um petista no mundo que prefira estar mãos de Cármen do que nas de Toffoli.

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)