Paulo Paim, a voz solitária da autocrítica petista | Fábio Campana

Paulo Paim, a voz solitária da autocrítica petista

Radar,
O senador reeleito Paulo Paim é uma voz solitária no PT.
Em discurso no Plenário do Senado, ele disse esperar que “todos façam uma autocrítica mediante o quadro que se apresenta”.
A grande renovação no Senado preocupa as figuras mais antigas: “Os partidos políticos e os homens públicos têm que fazer uma reflexão sobre isso que aconteceu”, disse.

(Foto: Pedro França/Agência Senado)


3 comentários

  1. E agora?
    quarta-feira, 10 de outubro de 2018 – 17:24 hs

    Perguntar o que aconteceu! Piada kkkkkkkkkkk

  2. SERGIO SILVESTRE
    quarta-feira, 10 de outubro de 2018 – 21:25 hs

    Grande Paulo Paim.

  3. Denny Crane
    quinta-feira, 11 de outubro de 2018 – 0:41 hs

    Este é um petista “light”. Sempre jogou para a torcida, cultivando a imagem de “legalzinho”. Mas. procurem um posicionamento mais contundente dele. Nunca houve. Defensor dos aposentados: o que ele conseguiu mesmo para a classe? Onde estava quando seus amigos Paulinho e Narizinho tungaram os ditos cujos? Mas engana bem. Assim como o Suplicy, que opta por se fazer de senil, tornando-se imputável. Na essência, esta sempre o corrupto sapo barbudo presidiário.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*