O acordo de delação de Tony Garcia | Fábio Campana

O acordo de delação de Tony Garcia

O acordo de delação premiada de Tony Garcia tem 56 páginas. Já foi homologado pela Justiça e uma das consequências imediatas foi a prisão de Fernanda, Beto e Pepe Richa pela operação que investiga o programa Patrulha no Campo.
Por tudo que entregou ao Ministério Público, Tony Garcia conseguiu o perdão pelos crimes praticados e revelados aos promotores. E também o acordo em que o MP não oferecerá denúncia sobre qualquer outra irregularidade cometida em que ainda não é alvo de investigação.
Para chegar a isso, Tony teve que entregar provas, identificar participantes e a divisão de tarefas de cada um, apontar como funcionava o esquema e ajudar na recuperação dos recursos desviados.

(Foto: Divulgação)


14 comentários

  1. Opiniático
    quinta-feira, 13 de setembro de 2018 – 16:13 hs

    Ñ acredito q o gov se envolveu c/ cidadão mais sujo q pau de galinheiro..

  2. Marcos
    quinta-feira, 13 de setembro de 2018 – 16:43 hs

    Como é que pode o Toni Bareta estar livre.
    Ele vem cometendo ilícitos desde o tempo que era genro do Ney Braga.
    Começou explodindo a corretora Valtec, depois foi o consórcio Garibaldi , lezando centenas de pessoas, ficou um mês preso na Federal e entregou outro esquema e agora entrega todos os cúmplices e se livra?
    Continua livre e rico!
    Uma vergonha.

  3. Dosel Jr.
    quinta-feira, 13 de setembro de 2018 – 17:25 hs

    Caramba! Quer dizer que para denunciar de irregularidade o casal Richa a Justiça vai perdoar todos os roubos de Tony Garcia e ainda por cima não vai processá-lo por crimes futuros? É o mesmo que trocar seis por meia dúzia: libera um condenado para ter em troca alguém que poderá ser condenado.
    Puxa vida, é difícil entender como funciona esta tal de delação.

  4. quinta-feira, 13 de setembro de 2018 – 18:14 hs

    Da aula de cagueta…

  5. Gaudério do Piquiriguaçu
    quinta-feira, 13 de setembro de 2018 – 18:55 hs

    Macanudos do Piquiriguaçu estão boquiabertos, estupefatos! E não é na cadeira do dentista. Nunca antes, na história do circuito shopping-center-curitiboca-de-fino-trato, se viu tamanho desfile de roupas de griffe e perfumes caros nas prisões da capital.

  6. quinta-feira, 13 de setembro de 2018 – 18:56 hs

    QUEM TEM AMIGO ASSIM, MELHOR SER AMIGO DO LÚCIFER,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  7. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 0:59 hs

    Frischmans, o amigão.

  8. Denny Crane
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 2:48 hs

    Não posso afirmar nada sobre os crimes cometidos, mas o Beto não pode ser liberado. Ele é um risco pra si mesmo e para todos. Alguém que nesta época, é ainda enganado pelo Tony Garcia, é capaz de qualquer insanidade.

  9. Homero Pereira
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 5:37 hs

    Muito estranha esta delacao deste fora sa lei…acho que o Beto tem culpa no cartorio sim…mas liberar os crimes do Tony Garcia para prender um cara que bem ou mal nos ultimos anos teve uma folha corrida de trabalho por Curitiba e pelo Parana parece uma deformacao do poder juduciario…o mesmo ocorreu com a liberacao do Leo Pinheiro e a prisao do Lula…acho que abriram um precedente perigoso no poder judiciario…preocupante esta postura do judiciario

  10. JÁ ERA...
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 7:41 hs

    Apesar das delações estarem previstas em lei e ajudarem a jus-
    tiça aprofundar nas investigações, continua sendo uma bela saca-
    nagem porque os delatores que são criminosos tambem continuam
    as suas vidas normalmente usufruindo do que tambem roubaram.
    Antigamente isto era chamado de “cagüete” e ia preso tambem !!!

  11. VISIONÁRIO
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 7:43 hs

    O que precisa ocorrer aqui no Brasil é trazer o Presidente de Cinga-
    pura e acabar com estas mamatas. Lá o crime não compensa.

  12. Paulo
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 11:07 hs

    “Absolver pela mesma razão de condenar não é justiça!”

  13. Comunista Verde e Amarelo
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 14:41 hs

    Perdão dos crimes do Tony gracinha? PQP! Esse tinha que puxar uma cana no mínimo igual à do Marcelo Odebrecht – 10 anos em todos os tipos de regime, a começar pelo fechado – antes de ser posto em liberdade! Isso aí é lixo podre de ressocialização irreversível.

  14. Daniel
    sexta-feira, 14 de setembro de 2018 – 15:34 hs

    Para quem está criticando:
    Se foi negado habeas corpus, se pensam em estender o período de prisão…
    E tendo em vista alguns dos áudios que vieram a público, acho que ele deve ter entregado uma tonelada de provas…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*