XP/Ipespe: 'Apoiado por Lula', Haddad se aproxima de Bolsonaro | Fábio Campana

XP/Ipespe: ‘Apoiado por Lula’, Haddad se aproxima de Bolsonaro

Saiu nova pesquisa. É do Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas), contratada pela XP Investimentos, ouviu mil pessoas por telefone entre os dias 13 e 15 de agosto,com taxa de confiança de 95,5% e registro no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02075/2018.
Três cenários foram pesquisados: com Lula; sem Lula, com Haddad citado sozinho; sem Lula com Haddad citado como apoiado por Lula.
Resultado:

Cenário 1 – com Lula
Lula (PT) – 31%
Jair Bolsonaro (PSL) – 20%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%
Marina Silva (Rede) – 8%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 5%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Henrique Meirelles (MDB) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Guilherme Boulos (Psol) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 13%
Não sabe – 3%
Não respondeu – 0%

Cenário 2 – com Haddad
Jair Bolsonaro (PSL) – 23%
Marina Silva (Rede) – 11%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%
Ciro Gomes (PDT) – 8%
Fernando Haddad (PT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 5%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Guilherme Boulos (Psol) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 24%
Não sabe – 6%
Não respondeu – 1%

Cenário 3 – com Haddad apoiado por Lula
Jair Bolsonaro (PSL) – 21%
Fernando Haddad apoiado por Lula (PT) – 15%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%
Marina Silva (Rede) – 9%
Ciro Gomes (PDT) – 7%
Alvaro Dias (Podemos) – 6%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
João Amoêdo (Novo) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Guilherme Boulos (Psol) – 1%
João Goulart Filho (PPL) – 0%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Ninguém/brancos/nulos – 24%
Não sabe – 3%
Não respondeu – 1%


5 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 12:54 hs

    Graças aos aprendizes de feiticeiros, aos Robespierres de barba ou imberbes e aos Dantons embriagados, a loucura nos levou a esse estado de coisas. Mesmo após todas as revelações sobre o lulopetismo e seus quatrocentos ladrões, ainda é a força política mais relevante do Brasil. Devemos tudo isso aos cortadores de cabeças, de óculos escuros pelos botequins da vida.

  2. SERGIO SILVESTRE
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 13:52 hs

    Quero ver a cara da direita e do capital vadio e as midias golpistas entre escolher o Haddad ou o BOZO,RSRSRSRSR

  3. joca
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 14:08 hs

    O Povo não vai votar em hadadd como o Presidiário queria, sua limitação de transferência de votos é visível, Bolsonaro tem muitos votos enrustidos, vai ser eleito Presidente, ESQUERDAS CRIMINOSAS NUNCA MAIS!

  4. John Doe
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 14:28 hs

    Vamos ver até onde o 51 é capaz de ir, de transferir votos. Quanto mais a justiça eleitoral demorar para cassar a candidatura do 51 pior para o seu poste. Não acredito que chegue ao segundo turno, morre na praia do primeiro.

  5. Gaudério do Piquiriguaçu
    sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 16:15 hs

    Lula é o nosso Perón sertanejo. Vai “incomodar” nos próximos 50 anos. A a eleição está se encaminhando para a polarização. Em cenário de crise, de frustração do eleitor, de radicalização etc., despontam os extremos. De um lado; a revolução bolsonariana; do outro, Haddad, obviamente lançado/apoiado pelo luloperonismo e demais segmentos das nossas esquerdas de baixos teores.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*