Cida encara deputados e retira projeto de reajuste dos servidores | Fábio Campana

Cida encara deputados e retira projeto de reajuste dos servidores

A governadora Cida Borghetti anunciou a retirada do projeto de reajuste do salário funcionalismo público. Em entrevista coletiva, ela se referiu à atitude “eleitoreira”, “irresponsável” e “inconstitucional” dos deputados que forçaram a barra para que o índice saísse do 1% proposto e fosse de 2,76%, “muitos desses deputados, inclusive, votaram para o ajuste zero”.

Cida lembrou que quando chegou ao governo não havia previsão de reajuste e que depois de um estica e puxa conseguiu chegar ao 1% que se mostrava possível sem comprometer as contas do governo.

“A responsabilidade com mais de 11 milhões de paranaenses”, disse ela, não lhe permite deixar que a oposição faça a manobra para forçar os insustentáveis 2,76% neste momento. E que tem que “respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal, não podendo colocar em risco o orçamento do Estado”. E lembrou dos os outros estados do Brasil que concederam aumento ao funcionalismo mesmo sem poder e não conseguiram bancar, entrando numa imensa crise que não comporta nem o pagamento em única parcela dos salários dos funcionários.

E para não politizar o tema, resolveu retirar a proposta de votação, guardar o recurso que já tem disponível (e que poderá ser aplicado de forma retroativa) e deixar a decisão do assunto para depois das eleições. Assim, ninguém poderá nadar no mar do populismo das causas.


20 comentários

  1. eleitor atento
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 12:24 hs

    Uma vergonha …

    Irresponsável ! Brinca com a realidade nefasta das pessoas (310 mil + familiares), que estão há mais de 30 meses com os mesmos salários e suportando aumentos anuais/mensais de preços de tudo, inclusive tarifas / taxas públicas.

    11,53% é divida, 2,76% é o mínimo aceitável !

  2. Troco
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 12:54 hs

    Não aceita discriminação. 1% não.

  3. Kheithy Marroney
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:17 hs

    Eu que sou um tonto, parcelava esses 2, migalhas até dezembro, e ainda dava mais 1% pro executivo, a título de começar a colocar em dia o calote que foi deixado. Parcelado cabe no orçamento, e, antes de pensar em como governar ano que vem, tem que pensar em governar ano que vem.

  4. CURITIBANO
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:22 hs

    BEM LEMBRADO GOVERNADORA AS ELEIÇÕES ESTÃO AÍ…PODE SER QUE O RECURSO JURÍDICO FAÇA O ESTADO REPÔR OS JÁ QUASE 3 ANOS, POIS JÁ HÁ MUITAS AÇÕES AJUIZADAS CONTRA O ESTADO DO PARANÁ E A PARANÁ PREVIDÊNCIA.

  5. Djair
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:26 hs

    Quero ver se essa governadora retirou também os 2. 76% do legislativo e judiciário, caso nao tenha feito isto estará contra o povo paranaense.

  6. terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:29 hs

    Ela está certa. enquanto milhões estão desempregados é um escárnio dar aumento ao servidores – que tem os maiores salários-. Lembrando que a inflação foi da ordem de 3%.

  7. emilson pupo
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:30 hs

    Esse discurso só serve para o Executivo, enquanto os outros Poderes estão em uma ilha de prosperidade, infelizmente o executivo fica nas mãos desses político corruptos e inresponsáveis que sabem muito bem subir impostos etc, o discurso da Cida é o mesmo do seu professor Beto o rei dos impostos. Mais essa despota não será eleita Governadora, Mais vai levar uma aposentadoria acima de Trinta Mil Reais por mês é uma vergonha. Vem esse discurso de inconstitucional está torrando dinheiro público na campanha.

  8. Thaís Tatiane
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:30 hs

    Até que enfim alguém que coloca a responsabilidade em primeiro lugar. Torço para que barre também o aumento dos outros poderes. Não precisa ser gênio para ver a diferença de salários entre a iniciativa privada e o poder público. Queria ver sobreviver com um salário mínimo ou um teto de 2 mil reais (média salarial da massa brasileira).

  9. belar ferreira sidmino
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 13:32 hs

    Também sou favorável ao zero! Voto Zero para toda essa raça ai!

    E a proibição constitucional da distinção de índices prevista no Art. 37, Inciso X, CF/88. Porque os digníssimos deputados estaduais não fazem valer?

    Peço aos deputados que votem uma lei estabelecendo a isonomia entre os poderes. Se não tem para os do executivo, nada deve ser dado aos outros servidores, com a observação de que os valor que seria utilizado para uma eventual revisão deve retornar ao cofre geral da fazenda para, no ano seguinte, ser utilizado para dar alguma coisa para todos.
    Servidores do MP, Judiciário, Legislativo, TC são melhores que os do Executivo?
    Vejam que o Art. 37, Inciso X, CF/88, determina que não pode haver distinção de índices:
    Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)X – a revisão geral da remuneração dos servidores públicos, sem distinção de índices entre servidores públicos civis e militares, far-se-á sempre na mesma data;

    Portanto, a Comissão de Constituição e Justiça não deveria permitir que passe qualquer projeto em que os índices não sejam equivalentes para todos os servidores.

  10. CESAR
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 14:09 hs

    VERGONHA!!! O PIOR E VER OS BARROS E LUPION MANDANDO NO PARANA,ISSO TEM K ACABAR EM OUTUBRO, NO 1 TURNO

  11. Juliano F
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 14:44 hs

    De certo os custos dos alimentos, remedios, gasolina e educação aumentaram menos para o Executivo que para outros orgãos!! VERGONHA TOTAL. Temos que RADICALIZAR senao a coisa nao anda!

  12. Álvaro
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 14:45 hs

    Não tá bom ?Pede a conta e vem pra junto da gente eleitor atento .

  13. Walderez Pohl da Silva
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 16:44 hs

    Judiciário e Legislativo terão reposição inflacionária. Essa “perua” governadora ainda se acha justa. Vamos mandar toda família Barros trabalhar como todos nós, trabalhadores honestos?

  14. terça-feira, 10 de julho de 2018 – 17:06 hs

    PARABÉNS GOVERNADORA, UMA LEGIÃO DE POLÍTICOS PROSTITUTOS, COM DISCURSO PROSTITUTOS!!!
    PARABÉNS!!!!!

  15. pereira
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 17:31 hs

    Parece que estamos ainda no governo Richa

  16. terça-feira, 10 de julho de 2018 – 17:38 hs

    Engraçado a Governadora.
    Anda esparramando dinheiro pelo interior do Paraná.
    Consta na LDO previsão de aumento de arrecadação para 2019 em torno de 13%.
    O mais engraçado de tudo, é que ela considera servidor público, tão somente os que estão sob a sua borduna, ou seja, servidores do Poder Executivo,0s que carregam o piano e servem de escravos para que servidores de outros poderes tenham reajuste em dia, salários em patamares bem mais altos em comparação aos do Poder Executivo.
    Engraçado né Governadora. Onde Vossa Excelência pode tripudiar, tripudia com a empáfia coronelista de sempre.Vergonha hein..!

  17. Genildo
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 18:31 hs

    -Não vou cumprir o Art. 3 da Constituição Federal porque tenho que cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.
    Deixar de cumprir uma garantia constitucional para cumprir uma lei não se justifica, aliás, se justifica sim e chama-se má vontade, incompetência, interesses obscuros……
    Quem não cumpre uma lei se acha no direito de NÃO cumprir lei alguma….. lembrem-se disso na hora de votar!

  18. terça-feira, 10 de julho de 2018 – 20:31 hs

    QUANTAS VEZES PRECISA FALAR Q NÃO É AUMENTO E SIM RE-PO-SI-ÇÃO.

  19. Mulher com orgulho
    terça-feira, 10 de julho de 2018 – 20:43 hs

    VERGONHA o que está mulher fez, pois se fosse HONESYA e cumpridora da lei, não daria a CORREÇÃO DA INFLAÇÃO a NENHUM dos PODERES!! Agora quero ver ela fazer isso c PODER JUDICIÁRIO, será que eles têm os políticos nas mãos???? VERGONHA ESSA ATITUDE DISCRIMINATÓRIA E AINDA QUERENDO SE PASSAR POR HONESTA!! AACORDA POVO!!! Não votem em políticos c esse perfil!

  20. Julio Cesar
    quarta-feira, 11 de julho de 2018 – 8:45 hs

    A Governadora Cida Borghetti , com certeza saberá conduzir; a irresponsabilidade eleitoreira de alguns candidatos e deputados , que estão adotando o populismo em ano de eleição.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*