PSL cogita expulsar Hasselmann | Fábio Campana

PSL cogita expulsar Hasselmann

Radar,
A apresentadora Joice Hasselmann pode ser expulsa do PSL após lançar sua pré-candidatura ao governo de São Paulo sem a anuência do partido.
Hasselmann oficializou seu nome após um evento na sexta-feira (15). Antes disso, ela tentou cavar a vice-presidência em chapa com Jair Bolsonaro.
Mesmo após negativa pública do presidente estadual do partido, Major Olímpio, ela segue dizendo que será candidata. Passou a incomodar e a possibilidade de expulsão já é cogitada. Ainda assim, não deve prosperar e a reprimenda deve ser reservada.
Com situação indefinida, Hasselmann já sentiu o gosto da expulsão. Na madrugada de sábado (16), ela enviou uma arte com seu nome em um grupo com jornalistas de todo o Brasil. Foi repreendida pelo administrador por fazer propaganda política e não aceitou: “Não aceito cabresto. Não pedi para entrar no grupo, mas por conta do gesto descortês e anti-liberdade contra quem jamais fez qualquer coisa, além de informar e opinar, eu me retiro”.


6 comentários

  1. Xeroque Rolmes
    quarta-feira, 20 de junho de 2018 – 12:00 hs

    ESSA DIREITA É PATÉTICA….

  2. quarta-feira, 20 de junho de 2018 – 12:44 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  3. Aprigio Fonseca
    quarta-feira, 20 de junho de 2018 – 13:30 hs

    Essa Joice tem que se candidatar a um cargo em alguma zona,mas pensando bem um estado que elege o PSDB por 25 anos é uma zona.

  4. dinarte
    quarta-feira, 20 de junho de 2018 – 14:58 hs

    Essa Joice é uma doidivanas, fez carreira no jornalismo no Paraná. Um estado que tem Gleisi H e onde o PT tem alguns votos… um estado assim merece qualquer coisa!

  5. quarta-feira, 20 de junho de 2018 – 16:34 hs

    Nós temos o Requião também, não dá para esquecer isso!

  6. antonio carlos
    quarta-feira, 20 de junho de 2018 – 19:02 hs

    A loira está mesmo se achando, aqui já acreditava que era a última bolacha do pacote, quando voou para São Paulo teve certeza, “eu sou demais”, só podia acabar assim.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*