Palanque, banquete e selfies: o evento de Cida com 100 prefeitos em Brasília | Fábio Campana

Palanque, banquete e selfies: o evento de Cida com 100 prefeitos em Brasília

da Gazeta do Povo

A menos de cinco meses das eleições, potenciais candidatos não deixaram passar em branco a presença de uma multidão de prefeitos do Paraná em Brasília para a já tradicional “Marcha em Defesa dos Municípios”. A governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP), pré-candidata à reeleição, além de 13 deputados federais, todos de olho nas urnas de outubro, ganharam microfones no jantar oferecido na noite de terça-feira (22) pelo deputado federal Toninho Wandscheer (Pros), coordenador da bancada do Paraná em Brasília, e também pela Associação dos Municípios do Paraná (AMP).

No cálculo da AMP, mais de 100 prefeitos foram ao jantar, realizado no Setor de Clubes Sul, na capital federal.

Entre pudins e conchigliones, a plateia de políticos e lideranças locais ouviu da governadora o primeiro discurso da noite, com anúncio de verba adicional para transporte escolar, no valor de R$ 20 milhões. Foi aplaudida, e também bastante “tietada” ao final do jantar. “Tenho visitado quase um município por dia. Como municipalista que sou, contem com o nosso trabalho”, pontuou ela.

Discursos

Todos os deputados federais presentes falaram na sequência, no topo da escada de entrada do salão do evento, em uma espécie de palanque improvisado – Zeca Dirceu (PT), Luciano Ducci (PSB), Aliel Machado (PSB), Valdir Rossoni (PSDB), Alfredo Kaefer (PP), Osmar Serraglio (PP), Ricardo Barros (PP), Sérgio Souza (MDB), Luiz Carlos Hauly (PSDB), Christiane Yared (PR), Osmar Bertoldi (DEM), Alex Canziani (PTB) e Toninho Wandscheer (Pros).

“Não existe ninguém aqui que não tenha sido eleito com o apoio de cada liderança que está aqui hoje. Nossa primeira palavra é muito obrigado”, iniciou Canziani. “Nós iremos continuar lutando pelos municípios, contra a injusta partilha tributária”, completou Serraglio.

Zeca Dirceu citou a entrega de tratores e Rossoni lembrou da obra da nova ponte em União da Vitória. Mas foram as menções à governadora do Paraná que prevaleceram no palanque. “Vocês têm visto o trabalho que a Cida tem feito, de segunda a segunda, para liberar recursos”, disse Ducci. “Ela não é nem de Curitiba, nem do interior, é dos dois”, falou Bertoldi sobre “a amiga Cida”, com quem conviveu na Assembleia Legislativa do Paraná.

Ricardo Barros

O marido de Cida, o ex-ministro da Saúde Ricardo Barros, também foi lembrado. Quando ministro da Saúde, teria “furado a fila” dos estados brasileiros para dar prioridade a demandas do Paraná, destacou Bertoldi. Também teria atendido a todos, independentemente da coloração partidária, elogiou Aliel.

Mas, coube a Toninho, coordenador da bancada, fazer o discurso final, voltado à pré-candidata ao Palácio Iguaçu: “Quero chamar você de governadora hoje e no ano que vem”.

A “Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios” termina nesta quinta-feira (24).


7 comentários

  1. JÁ ERA...
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 6:25 hs

    Podem reunir à vontade. Eu particularmente, já cansei há muito
    tempo de políticos independente de partido. Projetam suas vidas
    apenas visando o seu próprio bem estar. Gastam o nosso dinheiro
    em prol das suas campanhas eleitorais percorrendo o Brasil. A cada
    dia que se passa vemos apenas repetições de promessas que na
    prática em nada muda o cenário do país…

  2. TONINHO DO PT
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 8:10 hs

    Jantar “oferecido” por Toninho Wandscheer? Foi ele quem pagou a conta? Ou quem sabe a empresa loteadora de Fazenda Rio Grande AW? Não né? Certamente deve ter saído dinheiro dos cofres do povo brasileiro. Toninho da AW não possui compromisso com nenhuma ideologia partidária. Certamente nunca leu os estatutos e valores dos partidos pelos quais passou, PPS,PT, PMB e atualmente PROS , tudo em favor dos interesses republicanos do povo Fazendense. Quanto a governadora, coitada, é a cara de Beto Richa.

  3. Ein Sof
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 9:40 hs

    Grande BOSTA!

  4. PEDROCA DO SUDOESTE
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 10:11 hs

    Como sempre e de praxe, a prefeitada em Brasília, gastando ,queimando grana em diárias, fazendo marcha, todo ano, a mesma novela, o mesmo enredo. Voltam com promessas, promessas,e ainda fazem reunião para rasgar saia uns dos outros…..Assim caminha nosso país……

  5. Professor Antonio Klin
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 10:22 hs

    Pois bem governadora, venho observando seus atos como mandatária do cargo e o que vejo? Você é apenas o xerox do Beto Richa, retrato fiel e a continuidade do seu governo, portanto minha cara, esquece que destes 100 prefeitos presentes 30% vá realmente te apoiar, até porque todos sabem que as falas e atos não são seus e sim do Ricardo Barros. Por mais que tentem se perpetuar no poder, não irão conseguir, o povo está cansado de políticos de carteirinha, chega de gente que só pensa em garantir a próxima eleição, queremos governantes que sejam leais ao povo que os elege e não a garantia de poder eterno. Vocês querem estar no poder a todo custo, tanto que um se elegeu vice governador, outro deputado federal e a filha que é um zero a esquerda se elegeu estadual. Chega de famílias que pensam que mandam no estado.

  6. quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 13:04 hs

    geração de picaretas dentro do modelo politico atual!!!

  7. Betinha estaka
    quinta-feira, 24 de maio de 2018 – 13:36 hs

    Num crise medonha dos camioneiros sobre o preço dos combustivel, e a nossa Governadora efetuando lambança em Brasilia com os prefeitos, moendo os escassos dinheiro dos paranaense, isto é uma vergonha e desafronta a qualquer cidadão, cadê a etica politica.
    Os deputados deve aprovar uma lei estadual reduzindo p/10% o percentual do ICMS sobre o diesel.
    Viva o Paraná! fora os corruptos e politicos desonesto com o Povo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*