Denarc prende 17 em megaoperação contra o tráfico de drogas | Fábio Campana

Denarc prende 17 em megaoperação contra o tráfico de drogas

O helicóptero entregue pela governadora Cida Borghetti na semana passada no Oeste já trabalhou e trouxe resultados positivos para a segurança dos moradores da região. Dezessete pessoas envolvidas com o tráfico de drogas foram presas na terça-feira (15) na Operação “Cydonia – Passarela do Sudoeste” deflagrada pela Divisão Estadual de Narcóticos. A ação desmantelou quadrilha responsável por trazer drogas de Foz do Iguaçu e do Mato Grosso (MT) para a região, as quais na sequência eram redistribuídas à traficantes de demais regiões.

Cerca de 100 policiais participaram da operação, que contou com o apoio da 5ª Subdivisão Policial de Pato Branco e 17ª SDP de Francisco Beltrão, bem como da nova aeronave do Grupamento de Operação Aéreas da Polícia Civil. “Foi a primeira operação policial utilizando o novo helicóptero”, disse o delegado Ivonei Oscar da Silva.

Mais de 40 mandados judicias – 17 referente a prisões preventivas e 24 de buscas e apreensões domiciliares, foram cumpridos nesta ação. Os alvos da operação foram localizados na cidade de Marmeleiro e Francisco Beltrão, entretanto, a polícia também realizou buscas em Pato Branco, Coronel Vivida, São João, Itapejara D’Oeste, Foz do Iguaçu, bem como em Bela Vista, cidade do Mato Grosso.

Os policiais apreenderam um total de R$ 26 mil em dinheiro, que estava em posse dos suspeitos. Além de 11 veículos, quatro caminhões e três máquinas pesadas, sendo uma retroescavadeira e dois tratores de esteira. “Bens esses adquiridos por provento do tráfico de drogas”, informa o delegado responsável pela operação, Ivonei Oscar da Silva.

O delegado ressalta que as investigações a cerca do grupo criminoso já duram há aproximadamente sete meses. “Fizemos outras diligências no decorrer desse período, as quais nos levaram a um número expressivo de apreensões de drogas em Francisco Beltrão, Cascavel e Itapejara D’Oeste. Sendo 15 quilos de maconha, 4,2 quilos de crack e 3,5 quilos de cocaína. Além do bloqueio judicial de 19 contas bancárias de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas”, afirma Silva.

A operação foi nomeada Cydonia – nome cientifico da árvore de Marmeleiro, cidade onde as investigações concentraram-se, também conhecida como Passarela do Sudoeste. “Conforme apuramos, as substâncias eram trazidas de Bela Vista (MT) e Foz do Iguaçu, com destino a Marmeleiro. De lá eram redistribuídas para traficantes locais, que comercializam drogas em toda região Oeste e Sudoeste”, explica o delegado.

Os presos na ação foram encaminhados para delegacias locais, onde aguardam detidos à disposição da Justiça. Todos foram indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.


3 comentários

  1. Professor Carlos Antônio
    quarta-feira, 16 de Maio de 2018 – 9:31 hs

    Quem lê o início da matéria já pensa: “nossa essa governadora é porreta mesmo, já mudou a segurança do estado em apenas 40 dias de governo”. Na verdade esta operação já está em andamento há mais de três meses e mesmo com poucos policiais, mesmo com o fraco efetivo, os policiais esforçados fazem um ótimo trabalho. Os méritos não são do “helicóptero” que a governadora entregou, que aliás nem foi obra dela, mas sim do ex governador Beto Richa, ela apenas entregou, os méritos são destes bravos guerreiros policiais que lutam diuturnamente para proteger nosso povo sofrido.

  2. Marcus
    quarta-feira, 16 de Maio de 2018 – 9:58 hs

    Pra prender ladrões e bandidos não precisa helicóptero, é só fechar as portas do palácio iguaçu e passar o cadeado.
    Agora a Cida vai fazer cara de honesta, com o marido que tem, com o irmão que tem e com o pessoal de alto gabarito que colocou nos postos chave do governo.
    Socorro!!!!!!

  3. Ein Sof
    quarta-feira, 16 de Maio de 2018 – 10:04 hs

    Palhaçada.
    Não foi o helicóptero que fez a diferença.
    Deixe de demagogia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*