Testemunha mentiu em inquérito sobre Álvaro Dias | Fábio Campana

Testemunha mentiu em inquérito sobre Álvaro Dias

Da coluna Radar, da Veja

O inquérito 186/16 da Polícia Federal revela mais do que os supostos valores repassados ao senador Álvaro Dias (que, por sinal, nega qualquer transação com a Odebrecht).

O técnico responsável pelo sistema Drousys, Paulo Sérgio da Rocha Soares, irmão de Luiz Eduardo, diretor da Odebrecht, foi pego de calças curtas.

Ele disse aos agentes, em depoimento, que o e-mail de Samir Assad (foto) nunca chegou a ser utilizado no departamento de propina da empreiteira.

O problema é que o inquérito contra o senador Dias mostra outra coisa. Há, sim, registros do endereço eletrônico do empresário.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 12 de março de 2018 – 16:23 hs

    Ser ou não ser…. ó fardo acabrunhante…

  2. CLOVIS PENA - ESCLAREÇAMOS !!
    segunda-feira, 12 de março de 2018 – 17:29 hs

    Será tão difícil esclarecer a acusação ?? Se não têm certeza que se calem, pois se for sacanagem o custo é muito alto.

  3. segunda-feira, 12 de março de 2018 – 19:09 hs

    Como Ninguem acredita mais em politicos o extrago esta feito,mesmo sendo inocente como sempre afirmei!!!

  4. BOTAFOGO PRESIDENTE.
    segunda-feira, 12 de março de 2018 – 19:26 hs

    As testemunhas sempre mentem descaradamente e os reus sempre são verdadeiros.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*