Ratinho Jr nega que vá desistir de disputar governo | Fábio Campana

Ratinho Jr nega que vá desistir de disputar governo

Diante dos rumores de que poderia desistir de disputar o governo do Estado para se candidatar ao Senado, o deputado estadual Ratinho Júnior (PSD) divulgou nota garantindo que mantém a intenção de concorrer ao Palácio Iguaçu nas eleições de outubro. E ainda alfinetou os concorrentes, afirmando que pretende combater “a velha política, seus vícios, mentiras e boatos”. As informações são do Bem Paraná.

A nota foi divulgada depois que aumentaram as especulações de que Ratinho Jr poderia apoiar a pré-candidatura da vice-governadora Cida Borghetti (PP) – articulada pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP). Barros – que é marido da vice, conta com a renúncia do governador Beto Richa (PSDB), em abril, para disputar uma vaga no Senado. Com isso, Cida Borghetti assumiria o governo por nove meses e disputaria a reeleição.

Richa chegou a afirmar recentemente que pode permanecer no cargo até o fim e não disputar a eleição, mas o grupo de Barros dá como certa a saída do tucano e o seu apoio à pré-candidatura da vice. Nesse cenário projetado pelo grupo do ministro, o governador seria um dos candidatos ao Senado na chapa liderada por Cida Borghetti. E a outra vaga poderia ficar com Ratinho Jr.

O parlamentar, porém, descarta qualquer chance de desistência do projeto de disputar a sucessão do governador. “Sou pré-candidato ao Governo do Paraná e em 2018 vamos apresentar aos paranaenses um plano de governo que vem sendo construído com um amplo espectro, reunindo cidadãos e a sociedade civil organizada em todos os segmentos e regiões”, afirmou Ratinho Jr na nota. “Estou preparado para ser o próximo governador do Paraná. Comecei a construir esse projeto quando iniciei minha carreira política como o deputado estadual mais votado em nosso estado”, garantiu ele.

Sem citar nomes, o deputado também faz críticas aos adversários, que segundo ele, representariam a “velha política”, contra os que representam a renovação. “Vamos combater a velha política, seus vícios, mentiras e boatos. Vamos fazer isso com a melhor equipe, com o melhor plano de governo e planejamento e com uma aliança ampla de partidos e lideranças que também acreditam em nosso projeto”, afirmou Ratinho. “Os paranaenses podem ter certeza: sou pré-candidato ao Governo do Paraná”, reafirmou o parlamentar no texto.

Legenda – Além de Ratinho Jr e Cida Borghetti, há no grupo político do atual governador quem defenda uma aliança com o ex-senador e pré-candidato ao governo, Osmar Dias (PDT). Osmar foi convidado para se filiar ao PSB – partido da base de apoio de Richa – com a garantia da legenda para disputar a sucessão estadual. O ex-senador, porém, que também é assediado pelo Podemos – partido pelo qual seu irmão, o senador Alvaro Dias, é pré-candidato à presidência da República – tem dito que prefere permanecer no PDT. E que qualquer decisão só será tomada no final do prazo para filiação ou mudança de partido, no início de abril.


8 comentários

  1. konsultta
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 11:10 hs

    Os Escribas, a mando de seus Senhores querem que suas Escritas tornem-se Escrituras, cujo objetivo é dar sustentação e legitimidade a Camarilha composta por famílias de Déspotas (Richas, Requiões, Barros, Dias) que há 36 anos comandam os destinos do PARNA. Estas nobres famílias querem perpetuar suas Dinastias usando os recursos dos Impostos confiscados do suor e labuta do povo paranaense, pagando 30 moedas aos Escribas para criar falsas narrativas sobre pseudo disputas, que na verdade não passam de conchavos previamente acertados nos corredores dos Palácios e luxuosos hotéis.
    Acorda Paraná!
    A esperança exige mudança!

  2. konsultta
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 11:10 hs

    Os Escribas, a mando de seus Senhores querem que suas Escritas tornem-se Escrituras, cujo objetivo é dar sustentação e legitimidade a Camarilha composta por famílias de Déspotas (Richas, Requiões, Barros, Dias) que há 36 anos comandam os destinos do PARNA. Estas nobres famílias querem perpetuar suas Dinastias usando os recursos dos Impostos confiscados do suor e labuta do povo paranaense, pagando 30 moedas aos Escribas para criar falsas narrativas sobre pseudo disputas, que na verdade não passam de conchavos previamente acertados nos corredores dos Palácios e luxuosos hotéis.
    Acorda Paraná!
    A esperança exige mudança!

  3. MATEMÁTICA SIMPLES
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 11:16 hs

    Pelo que consta Ratinho Junior dispõe de 32% das intenções de votos para governador na última pesquisa contra apenas míseros 3% da dona belezura.
    O grupo liderado por Ratinho Junior possui 8 deputados estaduais do PSD e mais 5 do PSC(salvo melhor juízo) e mais de 80 prefeituras contra apenas 2 deputados do PP e 22 prefeituras dos Barros.
    Ratinho Junior possui carisma e é contagiante.
    Ainda, a caneta do deputador federal Ricardo Barros SECA agora em abril e seu poder de barganha vai diminuir muito.
    E por fim, BETO RICHA poderá ser preso de ficar sem o foro privilegiado e pode terminar seu mandato como governador.
    Quem vai se arriscar?

  4. Fernando10
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 13:17 hs

    Ratinho Jr, apesar de ainda jovem, pertence à velha política. Apoiou Lula e Dilma e atualmente apoia Beto Richa, todos expoentes da velha política. Foi eleito para vários mandatos, mas sempre dá um jeito e arruma um cargo no executivo, prática contumaz dos velhos políticos…

  5. Waldir
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 16:42 hs

    Só na cabeça de tongos, Ratinho Junior, que lidera nas pesquisar para Governo, desistiria para apoiar quem esta no rodapé das pesquisas, só porque o “Barrão” quer…

  6. Paolo
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 18:02 hs

    Se Osmar ficar no PDT, fatalmente será apoiado pelo PT e, então, poderá DAR ADEUS á sua eleição!!

    Será que Osmar não tem noção?

  7. Uncle Joe 100
    segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 – 19:01 hs

    O cara está quase mandando passar o terno da posse, desistir agora porquê? O papai não vai gostar de ouvir isto, Junior.

  8. xiru de palmas
    terça-feira, 16 de janeiro de 2018 – 8:18 hs

    Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.
    Ninguém ainda sabe quem o Beto vai apoiar.
    Ele pode estar em uma fase negra junto a maioria do eleitorado, mas não se esqueçam que o ajuste fiscal, os 8 bilhões da previdência do estado fizeram um caixa muito forte e ele está distribuindo a todos, sim a todos, os prefeitos do Paraná, a fundo perdido.
    Pergunto:
    – Um prefeito de uma cidade de 15.000 eleitores, com um orçamento apertadíssimo, recebe, no final do ano (dezembro de 2.017), uma grana em torno de R$ 200.000,00, a fundo perdido, que vai salvar o salário, o décimo terceiro e as férias de pelo menos 1.000 funcionários, vai agradecer ao Beto como?
    – No mínimo arrumando 5.000 votos para ele ou para quem ele indicar.
    Assim funciona a máquina eleitoral do Beto.
    Na primeira eleição que o Beto ganhou, ele perdeu em todas as 42 cidades do sudoeste do Paraná.
    Na reeleição ele ganhou em todas elas.;
    Milagre?
    Não: dinheiro público a vontade para os prefeitos.
    Então não se enganem, a Cida pode ter 3% de intenção, mas não se declarou candidata, se receber o apoio pleno do Beto a coisa muda.
    O Osmar, com PT ou não, fará no mínimo 25% dos votos.
    Os candidatos de aluguel devem fazer 3%
    Os brancos e nulos, por história, farão seus 15%
    A briga da Cida com o Ratinho será pelos restantes 57% o que poderá fazer que um deles não chegue ao segundo turno, pois vão disputar o voto dos mesmos eleitores.
    Volto a repetir: SE O BETO FIZER CAMPANHA CERRADA E FIRME PARA A CIDA, O RATINHO NÃO DEVERÁ CONCORRER AO GOVERNO (isto é se tiver um pouco de bom senso, o que eu acho que ele não tem)

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*