Campanha contra aposentadoria dos poderosos | Fábio Campana

Campanha contra aposentadoria dos poderosos

O sindicato dos servidores do Congresso lança nos próximos dias uma campanha publicitária contra a reforma da Previdência. Mas as peças vão explorar as figuras mais graúdas do governo: Michel Temer, que se aposentou aos 55 anos como servidor de São Paulo e Henrique Meirelles, aposentado desde os 57 anos pelo BankBoston.
Deputados que têm a mesma condição também serão citados.
Ninguém disse nada ainda sobre Roberto Requião e sua aposentadoria de ex-governador, que somada ao salário extrapola o teto constitucional.


Um comentário

  1. Uncle Joe 100
    quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 – 14:07 hs

    O sindicato dos servidores do Congresso deve ser composto somente por idiotas, denunciar a aposentadoria do Henrique Meirelles é de uma idiotice só. Se o cara se aposentou aos 57 anos e é pago pelo Bank Boston não há do que reclamar, mas quando a má fé vem em primeiro lugar só se dizem idiotices como esta. Mas gente idiota é assim mesmo, consegue encontrar chifre em cabeça de cavalo. Do presidento só digo uma coisa, ele é o exemplo a não ser seguido.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*